Mesmo num ano atípico, ainda é tempo de chegar em forma para o verão

0
182

Durante 2020, muito se falou sobre a necessidade de se manter ativo, se exercitando, mesmo no período em que grande parte da população estava em isolamento social. Algumas pessoas não conseguiram por diversos fatores e outras cancelaram os planos das academias e agora falta motivação para voltar.

Com o verão chegando, os casos da Covid-19 dando trégua, o brasileiro começa a se animar com a possibilidade de aproveitar um pouco o verão, uma das estações mais amadas por grande parte da população. No entanto, fica a pergunta: é possível entrar em forma para o verão?

Para o personal trainer Fabiano Cristopoliski, aliando boa vontade, controle na alimentação e exercícios físicos orientados é possível sim entrar em forma e se sentir melhor para o verão. “É claro que, não adianta apenas fazer exercícios físicos se o aluno não melhora o padrão da alimentação, se adaptando a uma dieta mais equilibrada”, salienta.

Para aquelas pessoas que passaram o ano sem se exercitar, alguns cuidados devem ser retomados no retorno. “As atividades devem ser realizadas respeitando o limite de cada aluno, pois não adianta começar no pique total, e não dar continuidade. Como também não é recomendável colocar o tênis e sair para correr, ou jogar futebol – por exemplo – com a falta de atividade física, um esforço como esse pode machucar e causar lesões sérias”, alerta Fabiano. “Quando o exercício é orientado, a motivação para a regularidade da atividade física é muito maior. Se a pessoa está acima do peso, são indicados exercícios de baixo impacto para evitar que as articulações não sejam prejudicadas”, ressalta.

A pandemia também trouxe novas formas para se exercitar. Antes, sinônimo de exercício físico era academia. Hoje, depois do isolamento social, as pessoas perceberam que podem treinar nas suas casas, e manter a qualidade de vida, ou ainda, quando viajam, podem manter uma rotina de treinos. “Basta um celular, cabo de vassoura, pesos alternativos e um espaço escolhido da casa”, comenta Fabiano.

Nessa proposta existem várias consultorias esportivas que se adaptaram para essa nova forma de se exercitar. Entre elas a Treine 33, composta por educadores físicos que passam regularmente treinos diferenciados e orientados aos alunos inscritos, via Instagram. “O Treine 33 surgiu no auge da pandemia e a adesão foi muito boa, tanto que se tornou um plano mensal para os alunos, de forma que eles possam escolher criar um novo estilo de vida mais natural, saudável e possam treinar em qualquer local, em casa, na praia, na chácara ou na academia”, reforça Fabiano.

Independente se a pessoa optar pelos treinos online ou presencial, o segredo é paciência e planejamento junto ao educador físico para atingir os objetivos esperados. “Não adianta imaginar que em uma semana de treino alcançará resultados visíveis. A consistência dos exercícios físicos, aliados a dedicação do aluno é que farão diferença no resultado. E melhor do que chegar com o corpo almejado no verão, é ter saúde durante todo o ano”, finaliza Fabiano.