Sanepar e Comec apresentam projeto de preservação do Rio Iguaçu na RMC

Proposta foi levada ao governador e prevê formação de reservas hídricas para abastecimento e áreas de lazer para a população em um trecho total de 97 quilômetros

Sanepar e Comec apresentam projeto de preservação do Rio Iguaçu na RMC

Ao lado do governador, a gerente de Recursos Hídricos da Sanepar, Ester Amélia Assis Mendes e integrantes das equipes da Sanepar e Comec durante apresentação do projeto

 

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) do Governo do Estado apresentaram ao governador Carlos Massa Ratinho Junior, nesta terça-feira (20), um projeto de preservação ambiental da área do Rio Iguaçu na Região Metropolitana. Serão desenvolvidas estruturas em uma área total de 17 mil hectares, que abrangem as quatro barragens do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana. Ao todo, serão 97 quilômetros lineares em um traçado do leito do Rio Iguaçu que vai de Quatro Barras até Porto Amazonas.

O objetivo é criar um grande mosaico de áreas que garantam segurança de inundações, reserva hídrica para abastecimento público e diluição de efluentes e espaços para lazer, recreação, pesca, visitação e educação ambiental. O projeto visa também evitar invasões, loteamentos clandestinos e aterramento de cavas.

A proposta apresentada nesta terça amplia um projeto desenvolvido pela Comec para a região e deverá incluir outros órgãos do Governo e os municípios situados na área de proteção. O ponto de partida será a execução de parques já projetados pela Coordenação da Região Metropolitana. Além do Parque Ambiental do Palmital, que está em construção, estão previstos o Parque Natural do Iguaçu, o Parque Metropolitano do Iguaçu, o Parque Ambiental Itaqui e o Parque Ambiental Piraquara.

A etapa seguinte será a criação de reservatórios lineares de água para abastecimento. Esses reservatórios serão criados com a interligação de cavas já existentes. A previsão é que o volume de água reservada nesse sistema linear seja equivalente a até duas barragens do Iraí, que tem capacidade de armazenar 58 bilhões de litros de água. O projeto prevê ainda a implantação de jardins de infiltração (wetlands) que teriam a função de despoluir rios usando raízes de plantas.

“Temos uma equipe técnica preparada e dedicada a construir soluções para que possamos enfrentar os desafios da crise hídrica”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior após receber as equipes da Sanepar e da Comec no Palácio Iguaçu. “Este projeto vai assegurar água de qualidade para os moradores da região pelos próximos 30 anos”, destacou o governador, lembrando que a capital e as cidades vizinhas vivem a pior seca da história. “Hoje, cada gota de água é importante e toda a sociedade precisa estar mobilizada para reduzir o uso e evitar o desperdício.”

Sanepar e Comec apresentam projeto de preservação do Rio Iguaçu na RMC

Sanepar e Comec apresentam projeto de preservação do Rio Iguaçu na RMC

Fonte: Sanepar