TecnoSpeed é eleita a 9ª melhor média empresa para se trabalhar no Brasil

Subindo duas posições em relação ao ranking 2019, a empresa está pela segunda vez no ranking geral das 150 “Melhores Empresas para se Trabalhar” do Great Place to Work

TecnoSpeed é eleita a 9ª melhor média empresa para se trabalhar no Brasil
Reconhecida como “A Casa do Desenvolvedor de Software”, a TecnoSpeed foi eleita a 9ª melhor empresa para se trabalhar no Brasil com até 999 colaboradores.

Reconhecida como “A Casa do Desenvolvedor de Software”, a TecnoSpeed foi eleita a 9ª melhor empresa para se trabalhar no Brasil com até 999 colaboradores.  Elaborado pelo Great Place to Work (GPTW), o ranking leva em consideração a avaliação do índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e a análise das melhores práticas de gestão de pessoas, entre outros quesitos, com apuração realizada com 90% dos colaboradores da TecnoSpeed.

Subindo duas posições em relação ao ranking 2019, quando ficou em 11º lugar entre as empresas de médio porte, a TecnoSpeed está pela segunda vez no ranking geral das 150 “Melhores Empresas para se Trabalhar” do Brasil, organizado pelo Great Place to Work.

“Temos muitos motivos para comemorar. Celebramos 14 anos de mercado em 2020, conquistamos a 33ª posição no ranking do GPTW das melhores empresas para se trabalhar na América Latina e somos a única de TI do Paraná a figurar nesta lista. Agora, o reconhecimento como a 9ª melhor empresa para se trabalhar no Brasil coroa um ano intenso, repleto de desafios, mas também cheio de oportunidades. Todas essas conquistas foram alcançadas pela grande equipe de colaboradores da TecnoSpeed e dedicamos a eles esse prêmio”, comemora Erike Almeida, cofundador e CEO da TecnoSpeed.

Colocar as pessoas em primeiro lugar é a diretriz na TecnoSpeed, que alicerça seu crescimento médio de 30% ao ano ao longo dos últimos seis anos. Durante a pandemia, a empresa realizou uma pesquisa interna que apontou que 60% dos colaboradores desejam mudar o contrato de trabalho para home office de forma permanente, 30% optou pelo modelo híbrido, no qual os colaboradores optam por trabalhar de forma presencial e home office, e 10% quer voltar em definitivo para o modelo presencial.

Mesmo com uma pequena redução nos negócios observada em março e abril, a empresa se comprometeu a não reduzir salários ou fazer demissões por causa da Covid-19. E a estratégia deu certo: nos últimos meses, a TecnoSpeed – Retomou o ritmo de crescimento anterior e está ampliando o quadro de colaboradores em 20%.

Considerada uma Scale-up, empresa de crescimento acelerado acima do mercado, utiliza a inovação como combustível para a evolução constante. A empresa investe 10% da receita em projetos de inovação e diversificação do portfólio. Em 2020 já lançou 7 novos produtos, que ajudaram a empresa a superar a crise da pandemia.

Últimas notícias