Abronca prega o respeito e igualdade racial na incisiva “Pelos Meus Ancestrais”

Faixa tem participação de Késia Estácio
0
137

O duo de rap Abronca lança “Pelos Meus Ancestrais”, faixa que questiona o tratamento que o povo preto vem experienciando há séculos. A canção é uma tentativa de sintetizar o sentimento de revolta perante um sistema que é opressor e racista. O single conta com a participação de Késia Estácio e está disponível em todas as plataformas de música digital.

Cria da comunidade do Vidigal, o Abronca vem, desde 2017, se consolidando na cena do rap nacional. “Pelos Meus Ancestrais” é o segundo single do projeto “METE A BRONCA”, experimento criativo concebido por My e Jay durante a quarentena. Na impossibilidade de fazer shows, o duo compartilhava pelo IGTV, semanalmente, composições em estado bruto – ainda sem lapidação de produção musical – com o objetivo de se manterem ativas e em contato com o público. Até dezembro, Abronca planejou o lançamento de uma trinca inédita de hits, que teve início com a lovesong “Fiz pra Você”, em parceria com Rod 3030.

“Pelos Meus Ancestrais” é resultado da dor de toda uma vida, somada à perplexidade diante de acontecimentos que revoltaram o mundo, mas que não são novidade para quem vem, há centenas de anos, sofrendo com o racismo.

“Estávamos muito impactadas pelo que tava acontecendo, com o Black Lives Matter e os casos de violência policial. Senti muito na alma a dor dos nossos ancestrais e comecei a escrever. Nossa mensagem veio pra bater de frente com o racismo e genocídio da população negra. Esse som ele é um grito pra dizer que não vamos mais ficar calados diante toda violência, que não vamos mais aceitar que sangue preto seja derramado injustamente”, conta Jay.

A música ganhou novos contornos com a participação de Késia Estácio. Assim como My e Jay, Késia é cria do grupo de teatro “Nós do Morro” e vem se destacando como cantora e atriz. Além de dar vida a uma das facetas de Elza Soares no musical “Elza”, atuou no humorístico “Fora de Hora” da TV Globo.

“A Késia é uma figura referência pra gente como mulher e artista. Ela nos acompanha desde nossa infância e nos ajudou muito com aulas de canto. Foi muito importante no nosso amadurecimento não só como pessoas, mas como artistas. Ela foi alguém que pensamos de imediato por ser referência não só pra gente, mas para outras mulheres negras”, comenta My.

O novo single faz uma ponte com a verve de protesto do grupo de faixas como “174” e mostra a versatilidade do trabalho do Abronca. “Pelos Meus Ancestrais” tem produção de Nathan no Beat e está disponível em todas as plataformas de streaming de música.

Assista ao clipe: