Posigraf conquista Selo Clima Paraná pela terceira vez

0
278

 

A Posigraf conquistou pelo terceiro ano consecutivo o Selo Clima Paraná, premiação realizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo que tem como objetivo reconhecer as empresas que voluntariamente decidem reduzir as emissões de gases de efeito estufa. De acordo com a analista de Meio Ambiente da Posigraf, Thaís Milena de Araujo, fazer parte das 46 empresas reconhecidas pela preocupação ambiental é uma honra. “Essa conquista reafirma nosso compromisso  com a sociedade e o  meio ambiente, pois contabilizando, monitorando e reduzindo as emissões dos gases de efeito estufa (GEE), nos direciona à sustentabilidade do nosso negócio, e, com isso,  nos impulsiona à busca pelo impacto positivo”, afirma.

Anualmente, a Posigraf quantifica a emissão de GEE relacionadas à sua atuação e, para identificar oportunidades de redução nas emissões, a gráfica foca no monitoramento e na definição de metas relacionadas ao consumo de energia elétrica e combustíveis. Segundo a analista, a conservação da biodiversidade faz parte do compromisso assumido pela empresa. “Dessa forma, aliamos a competitividade de nossas operações ao conceito mais amplo de sustentabilidade, que inclui a busca por resultados econômico-financeiros com ética e redução dos impactos sociais e ambientais, agregando valor aos negócios e buscando o desenvolvimento da sociedade”, conclui.

Cenário 

Neste mês, quando o Acordo de Paris completa cinco anos, todos os países signatários estão apresentando novas versões dos compromissos já assumidos em 2015. No Acordo de Paris, o Brasil se comprometeu a reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 37% até 2025 e 43% até 2030, relativamente às emissões de 2005. Adotado em 2015, durante a 21° Conferência das Partes, o tratado internacional tem o objetivo de reduzir emissões de gases de efeito estufa para manter a temperatura média da Terra abaixo de 2°C. Entretanto, os números demonstram que a meta está longe de ser cumprida, já que o Brasil está em sexto lugar entre os emissores do mundo – ou em quinto lugar, se não for considerada a União Europeia.

Segundo dados do Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG), as emissões de CO² – principal gás do aquecimento global – aumentaram 9,6% no Brasil em 2019, em comparação com 2018. Foram emitidos nada menos que 2,17 bilhões de toneladas de CO². As emissões desses gases de efeito estufa por cada indivíduo também estão acima da média do planeta (7,1 toneladas): cada brasileiro gerou 10,4 toneladas no ano passado. O uso da terra (incluindo o desmatamento) e a agropecuária somam 72% das emissões do país e o setor de energia responde por 19% do total.

Posigraf conquista Selo Clima Paraná pela terceira vez

(Crédito: divulgação/Posigraf)