Andar de bicicleta requer cuidados para evitar fraturas e lesões

Atividade física é necessária, mas deve ser realizada com responsabilidade (Imagem: Pixabay)

Dr. Vagner Messias*

Com a crescente prática esportiva sobre duas rodas, aumenta a preocupação com os cuidados que se deve ter antes, durante e após cada pedalada. Alguns pontos de vendas de ‘bike’ já têm dificuldades de entrega imediata de alguns modelos pela grande procura. Andar de bicicleta é um exercício excelente que combina resistência, força, respiração, condicionamento, enfim, muitas vantagens. Também é o principal meio de transporte em muitos lugares. O número de acidentes com quedas faz com que haja preocupação, pois frequentemente ocasionam fraturas.

Dentre as mais comuns, estão as dos membros superiores, seja em ombro, cotovelo ou punho e as da face, podendo ser mais graves com traumatismo cranioencefálico severo. Fraturas múltiplas são extremamente comuns, o que causa uma limitação diária, sendo muitas por período prolongado. Nos membros inferiores, vê-se com frequência crianças que prenderam o pé na roda, causando lesões em tornozelo e pé. As medidas de prevenção aqui também são fundamentais. Antes de sair de casa, verificar o funcionamento dos freios e se os pneus estão cheios, assim como acertar a altura do banco. Além disso, não se esquecer do uso de capacete, que deve estar ajustado e fixo. Para uma proteção maior, considerar uso de joelheiras e cotoveleiras.

Deve-se usar roupa que não fique larga ou comprida nas pernas e o calçado deve estar bem amarrado, para que não engate na correia ou no aro da roda. O uso de chinelo não é bem-vindo, pelo risco de se soltar ou prender na corrente. Durante o trajeto, cuidar com a iluminação. Se for para praticar essa atividade à noite, preferir sempre ruas mais claras e não se esquecer de iluminação e sinalização na bicicleta. Dar preferência por caminhos que já se conhece, regulares, cuidando com bueiros e buracos.

Ao andar com mais pessoas, deve-se manter distância segura, considerando que a outra pessoa pode ter que desviar de alguma coisa ou frear repentinamente. Andar de bicicleta é uma atividade frequente, mas não se deve esquecer que ela é um veículo de transporte que tem todos os seus cuidados e regras de coletividade.

 

*Dr. Vagner Messias é médico ortopedista do Hospital VITA, especialista em ombro e cotovelo.

 

 

Sobre o Hospital VITA – A primeira unidade da Rede VITA no Paraná foi inaugurada em março de 1996, no Bairro Alto, e a segunda em dezembro de 2004, no Batel. O VITA foi o primeiro hospital brasileiro a conquistar, no início de 2008, a Acreditação Internacional Canadense CCHSA (Canadian Council on Health Services Accreditation). A certificação de serviços de saúde avalia a excelência em gestão e, principalmente, a assistência segura ao paciente. Além disso, o VITA é um dos hospitais multiplicadores do Programa Brasileiro de Segurança do Paciente (PBSP), que visa disseminar e criar melhorias inovadoras de qualidade e segurança do paciente. Integra também o grupo de hospitais da Associação Nacional de Hospitais Privados – ANAHP. O VITA oferece atendimento 24 horas e é referência nas áreas de cardiologia, cirurgia geral, neurologia, cirurgia bariátrica, medicina de urgência, urologia, terapia intensiva e traumato-ortopedia. Além disso, dispõe de um completo serviço de medicina esportiva, prestando atendimento a atletas de diversas modalidades; serviço de oncologia; Centro Médico e Centro de Diagnósticos. Para garantir um alto nível de qualidade nos serviços prestados aos pacientes, o VITA tem investido em ampliação da infraestrutura, tratamentos com equipes multidisciplinares, modernização dos equipamentos, humanização no atendimento, qualificação dos profissionais e segurança assistencial. www.hospitalvita.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS