Lê Almeida se reinventa com experimentações e novas sonoridades no pessoal álbum “Aulas”

0
160

Criador prolífico, Lê Almeida lança seu 6° álbum “Aulas”. O registro pessoal e experimental leva as melodias de rock alternativo e lo-fi por caminhos novos em uma de suas obras mais íntimas. O disco, um registro sobre perdas, está disponível em todas as plataformas de música digital e teve seu dia de lançamento – o Natal – escolhido por uma razão especial.

“Esse disco sai no Natal por uma simbologia nossa de data – meu pai, que faleceu em 2018 e faria aniversário. Minha mãe morreu esse ano, em março. Hoje, morando só eu e minha irmã, ter a meta de criar um disco no meio de uma dor e com o coração partido me motivou muito a seguir em frente. Deu força e luz. Esse disco dá início a uma fase mais experimental, em termos de sonoridades, instrumentos e melodias”, conta Lê.

O disco foi concebido após duas longas turnês com o Oruã por EUA e Europa e fazendo parte da lendária banda americana Built to Spill. E depois de tantas jornadas, ele se viu preso em casa pela pandemia. Ali, buscou aprofundar no conhecimento interno e de criação musical. É de onde vem o nome do trabalho, “Aulas”, em uma referência à gíria carioca.

“Eu não tinha planejado tanto, mas em meio à quarentena e dentro de casa em um bairro que eu gosto e me sinto confortável, o disco só veio numa onda”, conta ele, que buscou trabalhar em novas sonoridades e experimentações como forma de lidar com o luto.

“Aulas”, como em grande parte de sua discografia, conta com Lê em quase todos os instrumentos. O álbum ainda traz Bigú Medine no baixo e João Casaes no synth e masterização. Além deles, uma série de artistas fazem participações especiais como o americano Rumi Kizmic (Distant Family), Laura Lavieri, Daniele Vallejo (Blastfemme) e Dinho Almeida (Boogarins). “Aulas” é um lançamento da Transfusão Noise Records.

Ouça “Aulas”: