Promoções e saldos de estoque: como evitar o estorno?

Conteúdo do Koncili aponta o cancelamento de vendas como um dos maiores problemas para a saúde financeira de um e-commerce

Promoções e saldos de estoque: como evitar o estorno?

E um dos principais vilões dos lucros nos marketplaces é, sem dúvidas, o estorno de vendas. Ele chega como um balde de água fria para o seller.

Os varejistas mal tiveram tempo de contabilizar os acertos e erros da Black Friday e das vendas de Natal, mas já precisam mudar o foco para as promoções e saldos de estoque. Não restam dúvidas de que o e-commerce conquista cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo, mas mesmo diante desse cenário de otimismo é preciso tomar alguns cuidados para não amargar prejuízo depois de tanto trabalho.

E um dos principais vilões dos lucros nos marketplaces é, sem dúvidas, o estorno de vendas. Ele chega como um balde de água fria para o seller. Afinal, já imaginou dedicar tanto esforço para a criação do anúncio, precificação e campanhas de marketing para gerar o desejo de compra e, de repente, se deparar com um pedido de cancelamento?

Infelizmente isso acontece com alguma frequência, mas é possível se vacinar contra esse tipo de prejuízo. Na maioria dos canais, quando a venda é cancelada, ela é estornada da conta do seller, porém a comissão continua sendo cobrada. Esse ponto merece atenção redobrada, afinal o comerciante perde dinheiro duas vezes.

Normalmente após o cancelamento, a devolução do valor cobrado pela comissão é devolvido, porém é preciso cuidado! Apesar de também estornarem a cobrança da comissão, determinados canais fazem a cobrança de uma taxa administrativa de reembolso. Ainda que não seja feita a cobrança da comissão, há o desconto de uma taxa de cancelamento de venda.

Dentre os principais motivos para o estorno de vendas estão o arrependimento e insatisfação do cliente, o preço diferente da concorrência e o produto diferente do que foi anunciado. Existem ainda os estornos causados por erros de operação, tais como pedido sem confirmação de devolução, falta de estoque por parte do vendedor e produto não enviado.

Toda essa complexidade acaba gerando uma grande quantidade de dados e muito trabalho, porém já existem ferramentas disponíveis no mercado para ajudar os sellers a terem uma operação mais segura. Além do básico de um bom ERP e um bom hub, é importante optar por sistemas que tragam velocidade e segurança para a gestão financeira de um e-commerce.

Uma das opções é o KONCILI, software líder na conciliação de pagamento dos marketplaces, criado e desenvolvido pelo Grupo DB1, que oferece relatórios completos na tela de lançamento, onde é possível identificar os principais motivos de seus estornos para focar em soluções que permitam melhorar não só a gestão, mas também a rentabilidade.

Além de controlar de forma fácil e eficiente as suas finanças, você dará adeus às planilhas manuais de repasses que tantas horas consomem. As intermináveis horas de conciliação viram minutos com total clareza sobre suas vendas e recebimentos.