Lipoenxertia: técnica ajuda a moldar o corpo e é usada nas cirurgias reconstrutivas e estéticas

A lipoenxertia é uma cirurgia plástica que usa a gordura do próprio paciente para remodelar uma região do corpo ou preencher áreas que sofreram perda de volume – ocasionada pelo tempo, por acidente ou cirurgia anterior.

“A técnica é um remanejamento da gordura corporal para preencher, definir ou dar volume a certas partes do corpo, como seios, glúteos, ao redor dos olhos, lábios, queixo ou coxas, por exemplo”, explica o cirurgião plástico, Bruno Legnani.

Segundo o médico, a lipoenxertia também é usada em microcirurgias reconstrutivas de partes do corpo e membros, e muito importante para minimizar riscos e perdas decorrentes de doenças e mutilações.

Para realizar a lipoenxetia, é realizada uma lipoaspiração, geralmente na barriga, costas ou parte interna da coxa. “A gordura retirada passa por um processo de filtragem e centrifugação, e é inserida na região desejada, o que garante boa integração do enxerto na área desejada”, explica. O médico lembra que após o processo de preparação dessa gordura, é possível utilizar em média 30% do material coletado.

Segundo o cirurgião, a técnica oferece bons resultados estéticos, garantindo melhor harmonia e volume nas regiões preenchidas.

O procedimento é simples, mas exige todos os cuidados de uma cirurgia plástica. “A lipoenxertia é um procedimento cirúrgico e deve ser realizado dentro de um hospital, por um cirurgião plástico registrado na Associação Brasileira de Cirurgia Plástica (ABCP)”, finaliza.

Sobre Bruno Legnani:

O médico cirurgião plástico Bruno Legnani possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tem residência médica em cirurgia plástica e microcirurgia pelo Instituto Nacional do Câncer e fellow internacional em cirurgia plástica estética na Akademikliniken, na Suécia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Relacionados