10 motivos para investir em imóveis hoje no Brasil

A modalidade sempre foi um bom negócio, pela segurança e estabilidade

10 motivos para investir em imóveis hoje no Brasil
Fachada do empreeendimento Bluh, do Grupo Avantti.
Divulgação/Grupo Avantti

Entra crise, sai crise, a modalidade de investimento em imóveis permanece como uma das formas mais tradicionais e rentáveis de investimento. Apesar dos impactos e incertezas para diversos ramos da economia mundial, trazidos pela pandemia de coronavírus e que assistimos ao longo do ano de 2020, a expectativa é bastante animadora.

Não somente porque o mercado imobiliário conseguiu em poucos meses contornar a crise e surpreender com bons resultados, mas pelo incentivo ainda maior com juros mais baixos. “Sempre foi um bom negócio, pela segurança e estabilidade, comparado a outras modalidades. São diversas as possibilidades de lucrar com imóveis”, afirma o diretor comercial e marketing do Grupo Avantti, Carlos Rosenmann.

Não é de hoje que o imóvel é considerado um ativo que entrega valorização no longo prazo. Especialmente neste ano de 2021, o investidor que apostar em um imóvel na planta terá grande potencial de retorno, avalia Rosenmann. “Além das condições de pagamento facilitadas, os juros mais baixos deverão garantir um potencial de valorização ainda maior lá na frente.”

1 – Segurança

Poucos são os investimentos que correm o risco de dar errado e os imóveis figuram no topo desta lista. Eles são sólidos, seguros e sempre estarão lá para você. Diferente de um investimento como a Bolsa de Valores, por exemplo, que flutua de acordo com o mercado e pode gerar bastante insegurança.

2 – Estabilidade

O mercado de alto padrão é muito estruturado e por isso garante bastante estabilidade. Ele independe do crescimento do país. A tendência de busca por moradias maiores começou em 2019 e especialistas do setor garantem que o mercado segue aquecido para 2021. No ano passado, o mercado como um todo cresceu. Os financiamentos contratados com recursos da caderneta de poupança, por exemplo, aumentaram em mais de 50% no ano passado, em relação ao ano anterior.

3 – Valorização

O potencial de valorização cresce à medida que aumenta a procura por imóveis, que é o que tem acontecido no mercado brasileiro. Um levantamento do Google feito no segundo semestre de 2020 mostrou que as pesquisas por novas opções de moradia cresceu em 39%. São diversos os fatores que influenciam a valorização. Diferenciais de mercado e localização estão entre os principais.

4 – Liquidez interessante em áreas valorizadas

A localização é fundamental na hora de escolher um imóvel para garantir que o investimento seja lucrativo. Em Curitiba, por exemplo, bairros concentrados especialmente na região Norte,  como é o Cabral, costumam estar entre os mais valorizados e são garantia de excelentes negócios.

5 – Juros baixos

O cenário externo provocado pela pandemia de coronavírus, a partir de março de 2020, causou uma desaceleração no crescimento global. Com isso, a taxa básica de juros Selic, teve que ser cortada pelo Banco Central. Hoje a 2%, é a menor taxa da história do país e faz com que investimentos baseados nela, como poupança e Tesouro Nacional, entre outros, sejam bastante desvalorizados.

6 – Qualidade no morar

Com o isolamento social e o movimento de ficar em casa toda ou a maior parte do tempo, por conta da pandemia, as pessoas voltaram os olhares para a qualidade de vida dentro do lar. Ele passou a ser escritório, sala de aula, restaurante e até academia. Uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) prevê um crescimento de 30% na estrutura de home office pós-pandemia. Com isso, a busca por casas amplas e mais confortáveis, capazes de atender às novas demandas, deve crescer ainda mais.

7 – Formação de patrimônio

Quem investe em imóveis acumula patrimônio real ao longo do tempo. Real aqui significa dizer que, quando se fala em valor de produto, nada vale mais do que este tipo de bem. Mesmo um carro de luxo perde valor com o passar dos anos. Os imóveis não, pelo contrário.

8 – Ótima opção para diversificar

Investir na compra de um imóvel na planta, para morar, oferece condições de pagamento facilitadas, juros ainda mais baixos e muito potencial de valorização, especialmente quando se trata de imóveis de alto padrão. Outra possibilidade é a opção de investimento em imóveis para aluguel. Esta é uma oportunidade de investir em um mercado que sempre é lucrativo.

9 – Renda extra mensal

Seu imóvel pode trabalhar para você. Uma das formas mais vantajosas de lucrar com ele é explorando-o para a renda extra. Os juros baixos, no menor patamar da história, proporcionam uma oportunidade ainda mais vantajosa. E os ganhos garantidos mês a mês proporcionam retorno imediato. Para cada R$ 100 investidos em um imóvel, de acordo com o índice FipeZap com base nos resultados de dezembro de 2020), o retorno médio do aluguel foi de R$ 4,70 ao ano.

10 – Sair do aluguel

A aquisição de um imóvel é a garantia de segurança patrimonial e, como vimos anteriormente, está muito facilitada. Além disso, é a possibilidade de deixar o lar definitivamente do seu jeito, com liberdade para personalização, sem ter que pedir permissão ao proprietário. E, caso deseje vende-lo, poderá colher os frutos da valorização.

Sobre o Grupo Avantti
Referência de alto padrão, o Grupo Avantti foi fundado em Curitiba há 17 anos. Fachadas com design contemporâneo e ótimas localizações em bairros nobres da capital paranaense fazem de seus empreendimentos grandes sucessos comerciais enquanto a qualidade dos imóveis construídos, prezando pela performance acústica e térmica bem como na excelente iluminação e ventilação naturais, refletem-se na satisfação dos clientes. Ao longo destes anos, já foram entregues 26 empreendimentos, sendo todos prédios verticais, totalizando 1.406 moradias e 205 mil metros quadrados de área construída.
https://www.grupoavantti.com/

ieme

ÚLTIMAS NOTÍCIAS