Costelinha suína: a queridinha dos churrasqueiros

Com preço acessível e diversidade de receitas, corte ganha espaço nas grelhas brasileiras

Com o isolamento social e o maior tempo dentro de casa, o que também cresceu foi o uso do carvão e das grelhas. Para se ter uma ideia, pesquisas sobre churrasco no Google triplicaram em 2020 e continuam crescendo em 2021, assim como as vendas de utensílios e de insumos para o tradicional churrasco na brasa.

Com o aumento do preço da carne bovina, que subiu mais de 35% entre janeiro de 2020 e fevereiro último, segundo pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP), os cortes suínos vêm ganhando cada vez mais espaço na grelha dos brasileiros.

Se antes a lista de cortes se resumia à carne bovina, com algumas pequenas exceções, como a linguiça e o coração de frango, hoje a diversidade de cortes é muito maior. Corte tradicional em pratos chineses e nos Estados Unidos, com o famoso molho barbecue, a costelinha suína, que já era muito presente nos preparos ao forno, virou a queridinha dos churrasqueiros do Brasil.

O supervisor de Pesquisa e Desenvolvimento da Alegra, Eliel Duarte, afirma que a carne é versátil, com possibilidade de preparo em diversos tipos de pratos. “A carne suína é fácil de trabalhar e funciona bem em vários tipos de preparo. Basta escolher os cortes certos e usar a imaginação para variar no cardápio”, destaca.

O produto in natura, sem processo de tempero ou industrialização, permite muitos tipos de pratos e criações. Para garantir a qualidade, o ideal é que o produto passe por um rigoroso controle de qualidade. Na Alegra, as peças que chegam ao consumidor não possuem hematomas, cartilagem e sangria, além de estarem dentro do padrão de tamanho.

Para inspirar, a Alegra disponibiliza duas receitas especiais.

Costelinha ao molho barbecue

Ingredientes

– 1 costelinha suína Alegra

– Sal

– Pimenta-do-reino

– Páprica

– Limão

– Alho

– Molho barbecue

Molho Barbecue 

Ingredientes

– 1/4 xícara de vinagre

– 1/4 xícara de catchup

– 1 cravo

– 3 colheres de açúcar

– 3 colheres de sobremesa de molho shoyu

– 2 colheres de azeite

– 1 alho batido

– 1 cebola

– 1 colher de sobremesa de suco de limão

Modo de preparo

Costelinha

  1. Coloque a peça inteira em um recipiente e tempere com sal, alho, pimenta do reino, páprica e suco de limão. Deixe descansar por aproximadamente uma hora.
  2. Para assar, enrole em papel alumínio e deixe na brasa por aproximadamente duas horas, virando-a após uma hora de churrasqueira.
  3. Desembrulhe a peça do alumínio e passe o molho barbecue na carne. Coloque na grelha novamente para dourar por cerca de 5 a 7 minutos em cada lado.
  4. Aproveite o que sobrou do molho para passar na carne já assada.

Essa receita também pode ser feita no forno seguindo as mesmas instruções de preparo.

Modo de preparo do molho

  1. Refogue o alho e a cebola no óleo.
  2. Junte todos os outros ingredientes e espere incorporar.
  3. Bom apetite!

Costelinha suína com molho de goiabada picante

Ingredientes

– 1 kg de costelinha suína Alegra

– 3 limões Tahiti

– 3 dentes de alho

– 500g de goiabada cremosa

– Pimentas dedo de moça a gosto

– 1 pitada de canela em pó

Modo de preparo

  1. Tempere a costelinha com o alho, o suco dos limões, e sal.
  2. Embrulhe em papel alumínio e coloque na churrasqueira por cerca de 1 hora na grelha alta.
  3. Asse as pimentas em forno baixo por 25 minutos. Depois, deixe esfriar e retire as sementes. Por fim, bata as pimentas com meio copo de água morna no mixer.
  4. Em uma panela, coloque a goiabada e leve ao fogo baixo até virar um creme bem liso. Misture a pasta das pimentas e uma pitada de canela.
  5. Quando o osso da costelinha estiver soltando, baixe a grelha e deixe dourar dos dois lados até o momento de servir. Passe o molho e pronto.

Sobre a Alegra

A indústria de alimentos Alegra é a união das cooperativas de origem holandesa, Frísia, Castrolanda e Capal, que constituem o grupo Unium. Uma empresa que combina condições de trabalho ideais aliando tecnologia, equipamentos de última geração, preocupação com o bem-estar dos animais e sustentabilidade em seu parque industrial, sempre primando pela excelência em seu produto final, que utiliza as melhores carnes suínas.

Em 2017, a marca conquistou o reconhecimento internacional quanto às Práticas de Bem-estar Animal no abate, tornando-se a primeira planta brasileira a receber essa certificação em bem-estar suíno, pela WQS. Mais informações em www.alegrafoods.com.br.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS