Por mais representatividade feminina no segmento da tecnologia

Podcast do Grupo DB1 levantou os principais desafios enfrentados pelas mulheres na área de TI e traz dicas para aquelas que pretendem seguir a carreira.

Por mais representatividade feminina no segmento da tecnologia
Já está no ar o novo episódio do DB1 Cast, que aborda os desafios e oportunidade encontrados por mulheres em suas carreiras no universo de tecnologia.

De acordo com a consultoria McKinsey, se mais mulheres estivessem atuando no mercado de trabalho, o PIB do Brasil poderia ser 30% maior. E no setor de tecnologia não é diferente. As mulheres ainda são apenas 35% dos que estudam nas áreas do STEM – sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. E desses 35%, apenas 20% chegam efetivamente ao mercado de trabalho de TI.

Se o setor de tecnologia ainda é predominantemente masculino, como é possível virar esse jogo? Ainda que as mulheres tenham conquistado muitos direitos ao longo dos últimos séculos, ainda resta um longo caminho a ser percorrido até que a igualdade de gênero vire uma realidade.  E essa é a bandeira do Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março.

Para debater esse tema, já está no ar o novo episódio do DB1 Cast, que aborda os desafios e oportunidade encontrados por mulheres em suas carreiras no universo de tecnologia.  O canal do Grupo DB1, , formado por empresas de tecnologia brasileiras, com sede em Maringá – PR – Brasil e bases operacionais no Brasil, Argentina e Estados Unidos, tem como objetivo trazer opiniões e assuntos provocativos de uma forma ainda não explorada no setor de tecnologia. E o 5º e mais recente episódio do DB1 Cast traz um debate sobre a carreira para mulheres, bem como dicas e orientações para aquelas que desejam seguir carreira na área.

Com a participação de Desirée Megre, Gerente de Projetos, Renata Borges, Analista de Implantação, Tatiane Paz, Desenvolvedora e Andressa Pilar, Analista de Testes. Todas as convidadas trabalham no Grupo DB1.

Para Renata Borges, Analista de Implantação do ANYMARKET e membro da comunidade DEV Girls Maringá, “o futuro está sendo programado, mas as mulheres estão ficando de fora. Lugar de mulher é onde ela quiser, seja programando, desenvolvendo produtos ou criando inovações. E estamos presentes sim no universo da tecnologia, mesmo que nem sempre sejamos reconhecidas por nossos feitos ou as histórias sejam contadas com as mulheres apenas como coadjuvantes”, explica.

Apesar do setor de tecnologia ainda ser predominantemente masculino, Desirée Megre, Product Owner no ANYMARKET e uma veterana no setor com mais de 17 anos de experiência em tecnologia, conta que na contramão do setor, ela pode contar com referências femininas no setor de TI. “Na PUC do Rio de janeiro, pude me inspirar em professoras que eram conhecidas como referências na área de TI. Uma delas, que lecionava desenvolvimento de sistemas com C e C++, entre outras disciplinas como algoritmos complexos, fez eu me apaixonar pela área a partir de referências femininas fortes na área. Anos depois, quando me mudei para o Mato Grosso do Sul, comecei dando aula de informática, meu primeiro choque foi quando a responsável pela secretaria comentou surpresa que nunca tinha visto uma mulher lecionando na área”.

O DB1 Cast é voltado para o universo de desenvolvimento de software e que pode ser acessado dentro no perfil do Grupo DB1 no Spotify. Para escutar o programa na íntegra, acesse https://spoti.fi/3qJs8st.