Vendas online garantem saúde financeira e futuro das empresas

Com crescimento de 73,88% do e-commerce no Brasil em 2020, empresas que não se posicionarem no mundo digital correm o risco de deixar de existir
Vendas online garantem saúde financeira e futuro das empresas

Os impactos e tendências da pandemia da COVID-19 para as empresas brasileiras começam a ganhar raízes. Há poucos dias de completar um ano do isolamento social, iniciado no Brasil na segunda quinzena de março do ano passado, algumas empresas já se adaptaram à nova realidade. Segundo o Índice de Transformação Digital da Dell Technologies 2020 (DT Index 2020), cerca de 87,5% das empresas instaladas no Brasil realizaram alguma iniciativa voltada à transformação digital no ano passado. O número ficou acima da média mundial, de 80%.
Mas, por onde começar? O especialista em marketing e estratégia de negócios, Frederico Burlamaqui, acredita que muitas empresas sabem dessa necessidade, mas nem imaginam como dar início a esse processo. Ele lembra que com o fim do auxílio emergencial, disponibilizado pelo Governo Federal, muitos consumidores começaram a segurar seus gastos, direcionando recursos para o que é realmente essencial. “Agora, as empresas que já têm um posicionamento forte online, investem em marketing digital e construíram um forte relacionamento com seus consumidores, irão se destacar”, afirma.
Os dados de dezembro provam que as compras online são um caminho sem volta: durante o período, o e-commerce registrou alta de 53,83%, em relação ao mesmo período de 2019. Durante todo o ano passado, as vendas online registraram aumento de 73,88%, segundo dados do índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net) em parceria com o Neotrust | Movimento Compre & Confie.

O especialista em marketing e estratégia de negócios pontua ações essenciais para manter seu negócio ativo e com saúde financeira:

1- Adapte o seu modelo de negócios para a venda online;
2- Facilite a entrega do seu produto: retirada na loja, entrega no carro, delivery ou frete – dê opções para o seu cliente;
3- Respeite os protocolos de segurança, higiene e saúde, levando em conta os decretos da sua região, e comunique seu cliente das ações tomadas por sua empresa;
4- Use e abuse do marketing digital! Como as empresas online não têm fronteiras, crie estratégias para que a sua empresa esteja na cabeça do consumidor;
5- Crie diferentes canais de comunicação com o cliente! Responsa as redes sociais, se possível, tenha um número de WhatsApp, responda e-mails personalizados e faça follow-up de possíveis problemas, até que tenha sido resolvido.

Burlamaqui chama a atenção para o relacionamento com o cliente. “Converse, escute seu cliente, antecipe necessidades, seja proativo e organize seus processos em torno do consumidor. Esteja atendo as necessidades dele, e surpreenda sempre que possível”, sugere. Mesmo com a agilidade do mundo online, é preciso criar confiança e afinidade com o consumidor, para que se sinta seguro em comprar e continuar comprando na sua empresa.

Sobre Frederico Burlamaqui Marketing Estratégia:

Consultoria empresarial em marketing e estratégia de negócios, a Frederico Burlamaqui Marketing Estratégia atua nas áreas de branding, gestão de marcas, design estratégico e inovação, por meio de uma metodologia única, que visa escalar o faturamento dos clientes e posicionar cada um deles como referência no mercado em que atuam. A empresa conta com sedes em Curitiba, São Bento do Sul e Porto Alegre.

www.marketingestrategia.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img