UFPR abre inscrições para o 1º curso livre sobre carne cultivada e empreendedorismo

Curso é aberto para todos os alunos da instituição, bem como quaisquer interessados no tema. As inscrições são gratuitas

UFPR  abre inscrições para o 1º curso livre sobre carne cultivada e empreendedorismoUniversidade Federal do Paraná abre inscrições para o primeiro curso exclusivo sobre carne cultivada e empreendedorismo. A iniciativa é uma parceria da instituição de ensino com o The Good Food Institute Brasil e a Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (ANEGEPE). O curso é aberto para todos os alunos da instituição, bem como quaisquer interessados no tema. O workshop é mais uma oportunidade da UFPR, em parceria com o GFI Brasil, de apresentar e engajar o público na temática das proteínas alternativas. A outra inovadora criação é a disciplina “Introdução à Zootecnia Celular” do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, a primeira com foco no cultivo de células para produção de carne.

A programação do curso é abrangente e inclui conceitos básicos sobre a técnica do cultivo celular para obtenção de carnes, apresenta estudos de caso para discutir oportunidades e desafios deste tipo de produção na prática, além de debater ecossistemas empreendedores e sua relevância para um setor experimental e inovador como é o da carne cultivada. “O tema de carne cultivada precisa ser estudado nas suas diversas facetas. É uma questão que envolve ciência, tecnologia, processos industriais produtivos, novos marcos regulatórios e aceitação do consumidor. O curso na UFPR é mais um passo na direção desta reflexão”, complementa Alexandre Cabral, Diretor de Políticas Públicas do GFI Brasil e palestrante do curso.

O curso é ministrado por um grupo experiente composto por integrantes do GFI Brasil, da ANEGEPE e professores da Escola de Administração da UFPR, FURB e da Pós-Graduação em Medicina Veterinária da UFPR. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas acessando este link. “O GFI acredita que esse curso é muito importante para trazer novas informações, fomentar discussões e, claro, capacitar profissionais para atuar neste mercado. Acreditamos que o Brasil tem competência para tornar-se uma potência em mais um setor do agronegócio, agora de proteínas alternativas, e integrará os melhores profissionais, empresas, pesquisadores e cientistas”, conclui Raquel Casselli, gerente de Engajamento Corporativo do GFI Brasil e palestrante do curso.

Em caso de dúvidas e solicitação de informações adicionais, os interessados devem encaminhar um e-mail para carnecultivada2@gmail.com.

Carne cultivada, a proteína feita a partir do cultivo de suas células

A carne cultivada é feita com o mesmo tecido animal que compõe a carne convencional. Entretanto, ao invés de criar e abater animais inteiros, a carne cultivada é produzida a partir da reprodução de células animais por meio de biorreatores em ambiente fabril. Cabe destacar que a carne cultivada é biologicamente uma carne animal, com gosto, textura e aroma do produto de origem animal. No entanto, o impacto ambiental e risco de contaminação por zoonoses é menor, pois o processo acontece em ambiente controlado. É previsto que os primeiros produtos de carne cultivada cheguem ao consumidor brasileiro já em 2024, como anunciado pela multinacional BRF, primeira empresa brasileira a comunicar que desenvolverá o produto no Brasil.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui