Cattalini Terminais recebe o maior navio da sua história

Cattalini Terminais recebe o maior navio da sua história
A atracação do navio “Cielo Rosso” no píer da Cattalini Terminais Marítimos, nesta terça-feira (18), representou duas importantes marcas para a empresa. Com 228 metros de comprimento (LOA) e calado de 12,5 metros, o navio é o maior a operar no píer privativo da Cattalini em 40 anos de história da empresa e o primeiro a utilizar a capacidade prevista para o berço externo.
Para se ter uma ideia da sua grandeza, o “Cielo Rosso” tem o comprimento equivalente a um prédio de 64 andares. Em média, os navios recebidos pela empresa tem entre 147 e 195 metros de comprimento. O navio, de bandeira liberiana, está descarregando 19,5 mil metros cúbicos de óleo diesel. As operações devem durar o dia todo e avançar a madrugada. A desatracação será na manhã desta quinta-feira (20).
Os investimentos realizados pela Cattalini nos últimos meses possibilitaram condições operacionais seguras e eficazes para o recebimento de navios de maior porte, como o “Cielo Rosso”. A estrutura de atracação passou por recentes obras e está preparada para receber navios de até 70 mil DWT e 229 metros de comprimento, com a substituição de defensas marítimas e construção de novos dolphins.
 
Entre as melhorias está a adoção de uma ferramenta inédita no Porto de Paranaguá, que informa, durante a atracação do navio, a velocidade e a distância em relação às defensas dos berços de atracação. Também há no local uma espécie de semáforo com luzes indicativas verde, vermelho e amarelo, que orienta as operações e pode ser visualizado à distância.
 
Cattalini Terminais recebe o maior navio da sua história
Inovação tecnológica
As melhorias operacionais no píer da Cattalini também foram conquistadas a partir do emprego de novas tecnologias para o monitoramento das condições ambientais e meteorológicas.
Os sistemas são os primeiros em uso no Porto de Paranaguá e receberam a homologação do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM). Todos os dados computados são disponibilizados e integrados ao sistema Webpilots, utilizado pela Praticagem e que tornou possível sinalizar antecipadamente eventuais condições climáticas adversas, permitindo maior segurança e eficiência durante as atracações e operações marítimas.
A Plataforma Sismo – Hidromares é um moderno sistema que fornece em tempo real dados sobre velocidade e direção das correntes marítimas e dos ventos, além de contar com um marégrafo para monitoramento do nível e do comportamento das marés. O píer também dispõe da chamada Plataforma Medusa, um sistema de previsões meteorológicas que apresenta com antecedência de 07 dias as condições de correntes marítimas, ventos e nível de maré.
 
Sobre a Cattalini Terminais Marítimos
Fundada em 1981 no Porto de Paranaguá, a Cattalini Terminais Marítimos oferece aos seus clientes um total de 133 tanques e 610 mil m³ para armazenagem de diversos produtos, distribuídos em quatro Centros de Tancagens alfandegados e entrepostados. A empresa possui píer próprio para atracação simultânea de dois navios e pátio com capacidade para receber 350 caminhões.
Nas operações de derivados de petróleo, a Cattalini Terminais Marítimos movimenta, principalmente, diesel (S-10 e S-500), na importação. Atualmente, mais de 60% do óleo vegetal exportado pelo Brasil passa pela empresa. Na importação de metanol, a Cattalini ocupa posição de liderança no setor, respondendo pela movimentação de cerca de 70% de todo produto importado pelo Brasil.
A Cattalini Terminais Marítimos mantém as certificações ISO 45001 (Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional), ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental), ISO 9001 (Sistema de Gestão da Qualidade) e é auditada pelo CDI-T (Chemical Distribution Institute -Terminals).

 kellyfrizzo@gmail.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER


spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui