Dia dos Namorados: ainda dá tempo de faturar

Data é oportunidade para aumentar vendas. Confira dicas para melhorar as estratégias de relacionamento e vendas

Dia dos Namorados: ainda dá tempo de faturar
Em Londrina, empresa apostou em uma forma diferente de vender os seus produtos para os clientes aproveitarem no Dia dos Namorados. Crédito: Divulgação.

No próximo dia 12 de junho é celebrado o Dia dos Namorados. Considerada a terceira melhor data para o comércio – só fica atrás do Natal e do Dia das Mães -, ela reacende a esperança de muitos pequenos empresários que poderão aproveitar o período para faturar mais. Afinal, mesmo em meio a pandemia, as expectativas são positivas. Segundo estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as vendas poderão ter alta de 2,5% em relação ao ano passado.

Para aproveitar a oportunidade, a consultora do Sebrae/PR, Mariana Carvalho, projeta para quem não planejou ações para a data: ainda é possível criar uma estratégia.

“A primeira coisa a se fazer é o planejamento. É preciso identificar qual é seu público-alvo, o que ele deseja, como e em qual canal ele gosta de comprar e quanto está disposto a gastar. Depois, é preciso pensar em como atrair o cliente, criando ações para melhorar o atendimento e, por consequência, a experiência do consumidor. Por fim, é preciso se estruturar para atender em todas as plataformas disponíveis, explorando corretamente as funcionalidades de cada rede”, orienta a consultora.

Para inspirar os empreendedores e ajudar no planejamento de estratégias para vender mais, a consultora separou dicas especiais.

Dica 1 – Foque no seu produto/serviço mais competitivo

Identifique aquele produto/serviço ou linha de produto/serviço em que você tem bastante competitividade no mercado. A ideia é focar no que você faz de melhor para atrair o público como se fosse uma isca. Neste ponto, vale fazer uma promoção especial e tornar aquele produto/serviço um chamariz.

Dica 2 – Trabalhe com combos, kits e collabs

Dia dos Namorados: ainda dá tempo de faturar
Chefs prepararam refeição exclusiva para que os clientes vivam uma experiência a dois diferente e muito saborosa sem precisar sair de casa. Crédito: Divulgação.

Quando o cliente vier em busca daquele produto/serviço que de fato é competitivo, aproveite a oportunidade para fazer vendas adicionais. Além de presentes, muitos casais preparam algum tipo de celebração especial, seja um jantar ou um final de semana fora de casa. Fique atento a como pode contribuir para tornar esse momento ainda mais inesquecível e forneça combos ou kits com itens da sua empresa ou quem sabe de algum negócio parceiro.

Em Londrina, uma escola de gastronomia está aproveitando essa ideia. Como muitos casais vão optar por jantar em casa por conta do toque de recolher e outras restrições da pandemia, a empresa planejou um kit com uma refeição exclusiva preparada por chefs de cozinha para que os clientes vivam uma experiência a dois diferente e muito saborosa sem precisar sair de casa.

A chef e uma das sócias do negócio, Ana Paula Lopes, diz que a escola vai lançar um kit composto por um trio de fondue de carne, queijo e chocolate, que poderá ser harmonizado com uma garrafa de vinho indicada por uma das professoras da instituição. “Tudo vai meio pronto, os molhos, acompanhamentos, vegetais, frutas, a ganache de chocolate meio amargo. O casal só terá que fritar a carne para finalizar o prato e degustar”, conta.

 

A ideia, segundo a chef, é que os namorados possam comemorar a data em casa, de forma segura e criativa. Além do fondue, é possível escolher uma variedade de cardápios já disponíveis no chamado “Menu Momentos”. Os kits foram criados durante a pandemia como alternativa de renda para o negócio, que permanece, até hoje, com todas as aulas presenciais suspensas.

Segundo Ana Paula, os menus podem ser adquiridos pelo site ou WhatsApp da escola e são entregues na casa dos clientes com todos os ingredientes necessários higienizados, embalados e etiquetados, além de apostila impressa com a receita completa e um vídeo dos chefs com o passo a passo de como preparar a refeição. “Até o sal vem na medida, não tem como errar”, brinca.

 

Dica 3 – Aposte na experiência de compra 

Lembre-se que agora que a venda não é mais necessariamente presencial e você terá o desafio de transformar uma venda online em uma experiência prazerosa. Para isso, faça seu cliente se sentir especial com um brinde e ofereça condições para que ele possa acessar seus produtos da melhor forma possível, com facilidade para pagamento e prontidão nas entregas.

“Nessa etapa, é importante pensar em ações que aprimorem essa experiência. Usar a gamificação, por exemplo, pode ser uma estratégia. O empresário pode fazer um game onde o cliente pode acumular prints de stories publicados no Instagram e quando mais prints ele tiver, mais chances ele terá para conquistar descontos”, aconselha Mariana.

Dica 4 – Integre a sua equipe!   

Quando a empresa conhece seu cliente, é muito mais fácil criar estratégias de aproximação, venda e fidelização. Nesse sentido, segundo Mariana Carvalho, a partir do momento em que foi conhecido o perfil do público-alvo, a equipe deve estar integrada para oferecer atendimento específico.

“Nesse momento, enquanto o empresário oferece opções de acordo com o ticket médio do seu público, os vendedores podem fazer abordagens pelo WhatsApp, por exemplo, dando sequência a atendimentos prévios, anunciando que terá novidades para o Dia dos Namorados e que muitas são compatíveis com o gosto do cliente. No Instagram, você pode criar ações de engajamento com os próprios funcionários para atrair a atenção do público. O importante é sempre pensar na conversão em resultados”, pontua.

Dica 5  – Divulgue seu negócio em todas as plataformas disponíveis 

Use a variedade de canais de comunicação existentes ao seu favor para ser encontrado, mas não se esqueça que o consumidor está cada vez mais exigente e não gosta de esperar. Então se prepare para atender os clientes com rapidez e agilidade, seja nas redes sociais ou pelos aplicativos de mensagens, como o Whatsapp. Divulgue o seu empreendimento para seus seguidores nas redes sociais e busque produzir conteúdo que gere engajamento e interação.

“É importante estar atento e colocar o preço de forma evidente – e isso vale para vitrines físicas ou virtuais. Assim, a empresa já deixa claro qual é o ticket médio trabalhado e o cliente já procura produtos e serviços de forma mais consciente”, conclui Mariana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui