Como o tipo de cueca pode influenciar na contagem de espermatozoides

Pesquisa da Universidade de Harvard com 656 homens mostrou que homens que usavam cueca samba-canção, menos apertadas, tinham 25% mais espermatozoides do que aqueles que relatavam usar outros tipos de cueca

Como o tipo de cueca pode influenciar na contagem de espermatozoidesA escolha da roupa íntima de um homem pode realmente ter um impacto direto sobre seus espermatozoides (e também sobre a fertilidade), de acordo com um estudo de Harvard sobre o assunto, publicado em 2018. “A produção de esperma é extremamente sensível à temperatura. Estudos anteriores mostraram que roupas íntimas apertadas podem empurrar os testículos para mais perto do abdômen e aumentar a temperatura na região íntima, o que diminuiria a produção de espermatozoides”, explica o Dr. Rodrigo Rosa, especialista em reprodução humana e diretor clínico da Clínica Mater Prime, em São Paulo.

Pesquisadores da Universidade de Harvard pediram a 656 homens que fornecessem uma amostra de sêmen e sangue e respondessem a um questionário sobre que tipo de roupa íntima usaram com mais frequência nos três meses anteriores à pesquisa. Entre os participantes do estudo, 53% relataram que geralmente usavam a cueca do tipo samba-canção, que é mais larga. A análise de amostras de sêmen mostrou que esses homens tiveram 25% mais espermatozóides e 17% mais espermatozóides totais em uma única ejaculação quando comparados com homens que não usavam cuecas do mesmo tipo.

Os pesquisadores ajustaram vários outros fatores que podem afetar os resultados, como diferenças de idade, índice de massa corporal e tabagismo entre os grupos, mas é impossível descartar a possibilidade de outros fatores de confusão que não foram considerados, segundo o médico. “Os pesquisadores também mediram os níveis de hormônios reprodutivos no sangue dos homens, o que mostrou que os homens que usavam roupas íntimas justas tinham níveis mais elevados de hormônio folículo-estimulante (FSH). Esse hormônio é produzido na glândula pituitária na base do cérebro e estimula a produção de esperma. Se os testículos estão tendo dificuldade em produzir esperma, o cérebro tende a produzir mais FSH e é exatamente o que vemos nos casos”, diz o médico.

Embora as diferenças sejam bastante significativas, os homens que usam roupas íntimas justas normalmente ainda têm concentrações de esperma dentro da faixa normal e não necessariamente terão dificuldade em conceber filhos, mas essa pode ser uma dica importante para mudança de hábitos. “Os homens que podem se beneficiar mais de prestar atenção ao tipo de roupa íntima que estão vestindo são aqueles que já estão tendo problemas de fertilidade. “No entanto, como a produção de espermatozoides leva cerca de três meses do início ao fim, se um homem trocar de roupa íntima, pode levar esse tempo para que a qualidade do esperma melhore”, diz o médico. “É de vital importância que os homens que sofrem com a infertilidade procurem médicos especialistas para identificação de fatores de risco modificáveis do estilo de vida”, finaliza o Dr. Rodrigo Rosa.

FONTE:

*DR. RODRIGO ROSA: Ginecologista obstetra especialista em Reprodução Humana e sócio-fundador e diretor clínico da clínica Mater Prime, em São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA) e da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH), o médico é graduado pela Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM). Especialista em reprodução humana, o médico é colaborador do livro “Atlas de Reprodução Humana” da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER


spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui