Indivíduos com níveis de glicose elevada tem mais chance de letalidade quando infectados pelo novo coronavírus

Como é de se esperar, a comunidade científica está voltada a entender as peripécias do novo coronavírus em nosso organismo. Durante a próxima edição do Congresso Virtual da SOCESP – Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, entre os dias 10 e 12 de junho, algumas dessas conclusões serão expostas entre os participantes.

Em sua palestra “Impacto dos fatores de risco cardiovascular”, o cardiologista e integrante da Comissão Científica do Congresso, Andrei Carvalho Sposito, irá falar a respeito da resposta inflamatória tardia provocada pela Covid-19, que acomete o coração, o pulmão e outros órgãos.

“São temas inéditos, que ainda não foram publicados”, diz o especialista. “Vamos contextualizar e explicar os mecanismos que fazem os fatores de risco contribuírem para a letalidade da doença”.

De acordo com Sposito, o ponto alto de sua apresentação será a explanação sobre porque níveis de glicose mais elevados provocam maior letalidade entre os infectados. “Também vamos discutir a importância da resposta imunológica natural ao vírus na fase inicial da infecção para que não ocorra um agravamento tardio”, diz. “São novos caminhos para tentar avançar nas pesquisas e conter a evolução da doença”.

Serviço:

41º Congresso Virtual da SOCESP

Data do evento: 10 a 12 de junho 2021

Tema: Impacto dos fatores de risco cardiovascular

Palestrante: Andrei Carvalho Sposito

Data: 12/06/2021

Horário: 11h

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui