Destaques do EditorMédico curitibano desmistifica teoria da conspiração sobre supervacina do Bill Gates

Médico curitibano desmistifica teoria da conspiração sobre supervacina do Bill Gates

Em seu canal no YouTube, Dr. Gustavo Lenci Marques explica porque uma vacina universal não é plausível

As fake news e teorias da conspiração invadiram as redes sociais e internet nos últimos tempos. Uma delas é sobre uma supervacina que o Bill Gates estaria desenvolvendo junto a sete laboratórios farmacêuticos. Esse assunto foi comentado pelo cardiologista curitibano, professor e doutor em Medicina Interna Dr. Gustavo Lenci Marques em um novo quadro do seu canal no YouTube, chamado React (Reagir, em tradução para o português) em que ele reage a algum assunto polêmico, ou seja, faz uma análise técnica para ajudar a esclarecer o público sobre o que é cientificamente provado (o vídeo está disponível aqui: https://www.youtube.com/watch?v=o5USrPIghSc&t=49s).

“O perigo de teorias da conspiração é que elas podem levar a população a pensar erroneamente que um tratamento eficaz como a vacina não funciona e expor a mais pessoas a riscos”, salienta o médico.

O vídeo analisado foi um do podcast Inteligência Limitada, em que Daniel Mastral, escritor e palestrante sobre espiritualidade e ideologias, é entrevistado e afirma que Bill Gates estaria desenvolvendo uma vacina que imunizaria a população de todas as pandemias, como peste negra, ebola, varíola e, inclusive, a covid-19.

Segundo Dr. Gustavo, isso é algo que, cientificamente, não é possível. “A tecnologia atual não permite qualquer tipo de vacina universal. Existem inúmeras doenças e como a vacina ‘ensina nosso corpo a combater’, não teria como ensinar isso a todas”, esclarece.

O médico ainda observa que a peste negra, comentada por Mastral na entrevista, era causada por uma bactéria e, hoje em dia, já temos tratamentos por antibióticos e hábitos de higiene que não existiam no século XIV. Já a varíola foi responsável pela primeira vacina da história e está erradicada desde a década de 1980. A história das vacinas já foi abordada, inclusive, em outro vídeo do canal (https://www.youtube.com/watch?v=r42_YlQfSqo).

“No caso do ebola, há muito tempo tentam desenvolver uma vacina, mas até hoje não houve resultados animadores e não parece estar tão perto disso. Inclusive, algum tempo atrás teve estudos de vacina para o HIV, por exemplo, que acabaram não tendo sucesso. Então, é muito pouco provável que se crie uma vacina para tudo”, reitera.

Propagação de fake news

Outro assunto que o entrevistado abordou foi que as vacinas contra a covid-19 não teriam estudos conclusivos ainda, pautado no fato do uso emergencial e rápido desenvolvimento, o que é uma grande desinformação. “Das vacinas que temos hoje, todas têm estudo conclusivo, de fase 1, fase 2 e fase 3, o que sempre foi exigido para a comercialização. O uso emergencial altera trâmites burocráticos e não trâmites técnicos”, ressalta Dr. Gustavo Leni Marques.

O desenvolvimento mais rápido da vacina, que gerou muitas dúvidas entre a população, também foi assunto de outro vídeo do canal, disponível aqui: https://www.youtube.com/watch?v=bIib_aAWoPA&t=301s.

Informações sobre saúde baseadas em evidências

No ar desde janeiro de 2020, o canal Dr. Gustavo Lenci Marques (https://www.youtube.com/channel/UCxH13AwTizUe8lyOH0mYwyA) já tem mais de 6 mil inscritos e foi criado pelo médico para esclarecer e difundir informação de qualidade da área da saúde, sempre de maneira descomplicada e baseada nas mais recentes pesquisas e na Medicina baseada em evidências

Entre os temas abordados estão polêmicas em evidência na mídia, curiosidades e histórias da Medicina e explicações sobre doenças, medicamentos e vacinas. Toda semana são publicados novos vídeos voltados ao público em geral e às segundas-feiras, Dr. Gustavo Lenci Marques ainda realiza lives, às 20h, direcionadas para acadêmicos de Medicina e médicos sobre atualizações e novidades da Cardiologia.

Camile Triska

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui