Suzana Morales revela clipe “Sambinha do Ajuntamento”

Suzana Morales faz uma releitura visual da sedução, em suas diversas faces e possibilidades, no clipe “Sambinha do Ajuntamento”. A faixa, presente em seu álbum de estreia, “Respirar”, traz o relato de uma paixão explicitada no vídeo com um olhar direto da artista para quem está assistindo, como a cumplicidade no começo de um flerte.  

Assista ao clipe “Sambinha do Ajuntamento”: https://youtu.be/yTUSNUTng7A 

“A música mostra este universo de sedução, conquista, em que um dos parceiros sente uma profunda atração e é mais direto e o outro, é mais difícil de conquistar, mais misterioso, tem um lado obscuro, que ninguém sabe e conhece, mas que dá justamente o interesse”, conta Suzana. 

Reunindo referências das últimas décadas com uma nova abordagem da música brasileira vista na obra de artistas como Liniker e Luiza Lian, Suzana Morales transita por diferentes gêneros sem se prender a amarras em “Respirar”, seu debut.

Ouça “Respirar”: https://smarturl.it/RespirarAlbum

Atriz e cantora, Suzana ganhou experiência nos palcos com grupos e bandas, mas foi a partir da peça “A Lira dos 20 Anos”, montada por Menelick de Carvalho, que ela entrou em contato com um repertório rico de música brasileira que a inspirou a seguir carreira como cantora solo. A temática do texto passa pela Ditadura Militar e a trilha sonora trazia representantes do cancioneiro popular dos anos 60. A partir daí, Suzana se debruçou sobre as grandes vozes brasileiras das últimas décadas para construir sua própria identidade artística.

Fruto do atual momento de isolamento social, “Respirar” é o resultado de um longo trabalho construído à distância, desde a preparação vocal. O álbum surgiu após o Projeto Alma, onde a artista interpretava canções de suas maiores inspirações: Elis Regina e Clara Nunes. Com “Respirar”, ela retoma para si a narrativa de sua trajetória enquanto artista e autora. 

O trabalho inclui o primeiro single e faixa-título, além de “Sambinha do Ajuntamento” e outras cinco canções, onde Suzana vai do samba ao experimental, sempre usando a música brasileira como fio condutor. Trazendo as referências da MPB para os tempos atuais, a artista convida a uma viagem musical com início, meio e fim, fazendo uma metáfora para a própria vida.

“Colocando num contexto de pandemia, ‘Respirar’ é ainda mais necessário, fundamental. É isso que eu quero com o novo álbum, que as pessoas voltem de alguma forma a respirar nas suas vidas, se movimentar internamente, viver em vida e sair do estado de inércia, sentirem que estão no controle e ao mesmo tempo no descontrole na vida, porém certas de quem são. Agora já sabendo o que sou e o que eu quero dizer, é um momento de alcançar novos vôos, é sair pro mundo com minha arte e ver aonde ela vai me levar. É um momento de retomar as rédeas da vida e fazer acontecer. Como se fosse um furacão”, reflete Suzana. 

“Respirar” já pode ser ouvido em todos os principais serviços de streaming de música e “Sambinha do Ajuntamento” pode ser assistido no canal da artista no YouTube.

Assista ao clipe “Sambinha do Ajuntamento”: https://youtu.be/yTUSNUTng7A 

Crédito: Alessandra Tolc

 

Ficha técnica:

Direção: Arthur Turvo e Suzana Morales

Edição: Arthur Turvo

Styling: Jordana Lima

Assistente de produção: Diego Pampolin

Designer: Carol Leal

 

Apoio: Garimppo e Fluida

 

Cantora e compositora: Suzana Morales

Arranjos musicais: Edvan Moraes

Cavaquinho/violão: Matheus Brill

Teclado: Edvan Moraes

Percussão: Gabriel Barreto

Baixo: Rapha Medeiros

Coro: Edvan Moraes e Matheus Brill

Estúdio de gravação: 39d Studios

Mixagem e Masterização: Juan O Mago

Preparação vocal: Marina Considera

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui