Financiamento de veículos: sistema online de registros evita atraso de documentos ao Detran

 

Falta de automatização de instituições pode atrasar envio de documentos aos departamentos de trânsitos

Imagine financiar o tão esperado carro, separar todos os documentos necessários e aguardar para que a instituição financeira os envie ao Detran, mas acabar com o veículo retido por causa de atraso no envio de informações e registros. Essa é a realidade de consumidores que relatam com frequência um atraso dos bancos e outras empresas na hora do envio da papelada, seja ela física ou digital. Por outro lado, as instituições também relatam um volume expressivo de contratos para administrar, muitas vezes contando com uma equipe enxuta para fazer esse trabalho. No mês passado, um caso no Mato Grosso chamou a atenção quando o consumidor reclamou que o banco perdeu o prazo de 30 dias para envio da imagem do contrato, impedindo o proprietário do veículo de tirar o carro da garagem.

“Casos assim ocorrem diariamente e são comuns em bancos e financeiras que acabam realizando esse processo manualmente, às vezes até por falta de orientação. São trâmites bastante burocráticos, especialmente quando falamos de registros de financiamento, em que é preciso enviar lotes de dados e fazer um gerenciamento detalhado e organizado. A depender do volume de contratos e do tamanho da equipe, a chance de perder prazos é grande”, explica Marcelo Ciscato, diretor da Alias Tecnologia, fornecedora de soluções para empresas públicas e privadas que atuam no segmento bancário e de financiamento de veículos.

Para evitar problemas como esse e alcançar o erro zero, boa parte dos Detrans no país indica que grandes bancos e outras financeiras contratem empresas especializadas em fazer o registro de financiamento de veículos junto a departamentos estaduais de trânsito. Mas em muitos casos, os Detrans acabam não indicando essas empresas, deixando a cargo das próprias instituições realizarem todos os trâmites.

Como funciona

As instituições que concedem financiamento a um consumidor precisam informar a operação ao Detran e fazer o registro em banco de dados. “Sem experiência e sem recursos tecnológicos, assumem operações quase manuais e complexas, com grande margem de erro”, alerta Ciscato, explicando que a Alias Tecnologia desenvolveu um software exclusivo para reduzir os esforços operacionais dos financiadores e garantir a melhor experiência para o usuário. O E-Registro atua em nove estados brasileiros e atende 169 instituições, entre bancos, financeiras e cooperativas de crédito de grande, médio e pequeno porte.

“Na prática, o sistema diminui a burocracia do processo e torna o registro de contratos de financiamento mais rápido para as instituições credoras e mais barato para órgãos públicos, como os Detrans, e revendedores de veículos. O software foi desenvolvido pensando em criar a melhor experiência para os usuários, com agilidade, praticidade e possibilidade de integração”, diz Ciscato.

Consequências

Caso os bancos e financeiras errem ou atrasem a entrega de um contrato, o Detran bloqueia a operação até que as instituições resolvam a pendência. Quanto mais demorado for, mais o cliente, na outra ponta, precisa esperar. “É uma experiência muito ruim tanto para as instituições quanto para os clientes, que acabam se sentindo lesados. O mais indicado é utilizar empresas registradoras para que elas façam essa ponte e a transação seja a mais simples e rápida possível”, diz Ciscato.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui