Smart cities: como as empresas podem expandir negócios e projetos públicos para acelerar a retomada da economia

Em três dias de lives, a Maratona de Webinars realizada pelo iCities – Smart Cities Solutions– hub de negócios em cidades inteligentes – reuniu especialistas para contar suas histórias e apresentar formas de impulsionar negócios e carreiras, a fim de ajudar na retomada econômica com projetos de cidades inteligentes. Os webinars foram apresentadas pelos sócios-diretores da empresa: Eduardo Marques, Caio Castro e Beto Marcelino.

Gerente de smart cities na Green4T e graduada em estratégias territoriais e urbanas pelo Instituto de Estudos Políticos de Paris, Aurélie dos Santos foi a especialista convidada para o segundo dia da Maratona de Webinars. A executiva possui experiência organizacional na gestão de projetos de mobilidade adquirida no Brasil, França, Argentina e México. Atuou na implantação de 24 sistemas de bicicletas públicas e carros elétricos compartilhados e publicou o “Projetar e Construir Bairros Sustentáveis”, estudo comparativo sobre operações urbanas consorciadas, em São Paulo e Paris.

“Trabalhar numa empresa de tecnologia digital é trabalhar com muitas possibilidades e com o futuro que está começando. O mundo da inovação nas cidades está bem no início, tanto na gestão pública brasileira quanto pelo mundo. Internamente na Green4T, nós enxergamos as oportunidades ligadas às cidades inteligentes e, em 2020, isso se tornou uma prioridade estratégica, justamente quando surgiu o curso Smart City Expert. Então, pessoas de diferentes áreas foram escolhidas para internalizar os conceitos em várias frentes”, detalhou Aurélie. “O conteúdo foi tão relevante, na prática, que estamos tentando resumir certos módulos para repassar aos colaboradores da Green4T, que podem entender melhor nossa atuação em smart cities. E criar a consciência, como cidadãos, das possibilidades e soluções existentes.”

Tecnologia e infraestrutura digital

A Green4T integra três camadas de tecnologia e infraestrutura digital. “Na base, a internet das coisas (IOT), sensores de dados que coletam e comunicam os dados para a segunda camada, de estrutura de TI, que processa e armazena dados (nuvem, data center ou soluções híbridas). A terceira camada faz a análise e integração desses dados, trazendo o aspecto de inteligência para a gestão pública. Existem dashboards, métricas, alertas em tempo real e relatórios com dados históricos. Isso costuma ser usado num centro inteligente operacional, de gestão de dados, ou com outra nomenclatura”, explicou Aurélie.

Como cases recentes, a gerente de smart cities destacou atuações em São Paulo e Belo Horizonte. “Atuamos nas companhias de trens, que necessitam de maior controle do número de passageiros devido à pandemia. Também recebemos essa demanda dentro dos ônibus e nos pontos de ônibus, para que a tecnologia repasse as informações às secretarias de trânsito. Isso requer sensores de IOT, conectividade, com câmera que conta as pessoas, ou sensor de wifi e bluetooth que vai se conectar com as pessoas e contar quantas são.”

Retomada econômica

No terceiro e último dia , a Maratona de webinars recebeu Giovani Bernardo, secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Tubarão (SC) para um bate-papo sobre as possibilidade de retomada econômica a partir de soluções e integrações entre os agentes do ecossistema de inovação nas cidades.

“Venho da iniciativa privada e tenho uma trajetória também no Ativismo Jovem Empresarial de Tubarão. Depois passei para o movimento estadual e nacional, sempre ligado ao associativismo, envolvido em cooperação, colaboração e doação, inspirado na minha mãe, que sempre foi uma empreendedora social. Vim para o governo a convite do prefeito, com a possibilidade de aplicar as bandeiras que a gente vinha levantando a vida inteira como empreendedor: melhorar o ambiente de negócios, fomentar o empreendedorismo nas escolas, dar espaço para os jovens, desburocratização, enfim, uma série de ideias que estamos aplicando desde 2017”, conta Bernardo.

Sobre as medidas para minimizar o impacto da pandemia, Bernardo ressaltou a importância do debate e da integração de setores e parceiros da comunidade de Tubarão. “Testamos muitas coisas, não nos fechamos às novas ideias, nem achamos que tínhamos todas as soluções. Muitas vezes o gestor público acha que tem a obrigação de tomar as decisões sozinho. Temos um grupo consultivo no setor de saúde para ajudar nesse aspecto. Num primeiro momento, foi estudar tudo que estava acontecendo, prever curva de crescimento da doença, até as ações preventivas de conscientização, alertando a população; abertura de leitos; ferramentas digitais de telemedicina, que está sendo regulamentado e funciona muito bem. Acredito que o diálogo foi fundamental. A tecnologia é apenas um canal. É preciso trazer a comunidade para o debate, envolver a população que é para quem entregamos a melhora na qualidade de vida”, afirma.

Smart City Expert

A Maratona de Webinars foi promovida pelo iCities Academy, que traz para o campo da formação profissional os dez anos de experiência do iCities, criado em 2011, que realiza em Curitiba a edição brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo: o Smart City Expo Curitiba, com chancela da Fira Barcelona. O iCities também desenvolve projetos e soluções em todo o Brasil. A expertise aplicada na capacitação de profissionais vem contribuindo para que seus experts em smart cities coloquem em prática projetos e soluções para empresas, municípios e carreira profissional.

Lançado no ano passado dentro do iCities Academy para suprir uma lacuna em formação profissional nessa área, o curso Smart City Expert acaba de formar a primeira turma. Neste segundo ano, o curso foi dividido em duas turmas, com conteúdos exclusivos para cada tipo de profissional: o Expert Governos Inteligentes, com soluções tecnológicas e de inovação voltadas aos serviços públicos; e o Expert Negócios e Profissões, destinado a profissionais da iniciativa privada. Programa de especialização livre e híbrido composto por dez módulos no modelo master class, o Smart City Expert oferece um total de 360 horas-aula, com foco no aprofundamento de todas as dimensões das cidades inteligentes.  Mais informações pelo email: academy@icities.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui