Vacinas Salvam Vidas: Prati-Donaduzzi realiza campanha de incentivo à imunização

A campanha de imunização contra a Covid-19 tem avançado no país. Mas, a responsabilidade de conscientização da população sobre a importância da vacina não deve ficar apenas com o poder público. Algumas ações por parte da iniciativa privada têm colaborado, como o caso da indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi. A empresa realiza a campanha “Vacinas Salvam Vidas”, que tem criado uma corrente de esperança.

Com mais de 4,6 mil colaboradores espalhados pelo Brasil, a farmacêutica assume o compromisso com a saúde pública ao incentivar que todos sejam imunizados conforme o calendário de vacinação. Várias ações estão acontecendo, como comunicações internas, divulgação do vacinômetro, acompanhamento da imunização das equipes pelos gestores e o posicionamento nas redes sociais.

O diretor de Recursos Humanos, Diones Wolfart, afirma que a farmacêutica desde o início da pandemia tem atuado para garantir a saúde e o bem-estar de seus colaboradores e da população. “Foram muitos esforços e adaptações. Agora vemos na vacina a esperança e incentivamos que todos que possam sejam imunizados para que tenhamos um amanhã mais seguro. Na empresa estamos também abonando as horas de trabalho que o colaborador precisa para se vacinar”.

A colaboradora Claudia Brito, mesmo de férias, fez questão de compartilhar com os colegas esse momento tão aguardado. “Estou bem feliz que chegou a minha vez, a vacina é nossa esperança de vida. O que a gente quer é que todo mundo se imunize, que a gente não precise perder mais familiares, amigos e poder se abraçar novamente. Foi o dia mais feliz da minha vida, é ver aquela luz no fim do túnel”, comemora a analista.

Depoimentos como o da Claudia demonstram que por trás de cada vacina, há histórias e memórias, emoção, alegria, tudo isso sendo compartilhado e acabam servindo como um estímulo não apenas aos colaboradores da farmacêutica, mas também à população em geral.

Não importa a marca

Incentivo necessário, já que segundo um levantamento feito pela Secretária de Saúde de Toledo, no Paraná, cidade que é sede da farmacêutica, pelo menos 1.550 pessoas procuraram um dos pontos de vacina bem depois do prazo que já tinham direito ao imunizante.

O diretor da Secretaria de Saúde, Fernando Pedrotti, convoca as pessoas a procurarem os pontos de vacinação assim que se enquadrarem. A vacina, independente do fabricante, tem se mostrado muito efetiva na nossa luta contra esse inimigo invisível. “Todas as vacinas que estão sendo disponibilizadas no País, por mais que pareça ter sido rápida a aprovação, são eficazes. A tecnologia evoluiu, os estudos também, então o que precisamos é comemorar. A eficácia nada mais é que oferecer proteção imunológica ao indivíduo que recebe”, salienta.

O médico reforça que as vacinas têm cumprindo bem o seu papel. “Quanto mais pessoas vacinadas, menos o vírus estará circulando, menor a chance de variantes, menor o número de pessoas infectadas. A vacina, não é algo individual. Individual a gente comemora, coletivamente a gente comemora e protege. E é isso que precisamos de proteção e prevenção”.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui