Animação sobre liberdade conquista vaga no ANIMATIBA

Curta-metragem produzido por estudantes do UniCuritiba é um dos selecionados no Festival Internacional de Animação
Curta-metragem produzido por estudantes do UniCuritiba é um dos selecionados no Festival Internacional de Animação
Liberdade. Essa é a linha condutora de “Efúgio”, o curta-metragem produzido por estudantes do curso de Design de Animação do UniCuritiba (instituição que faz parte da Ânima Educação, uma das maiores organizações educacionais de ensino superior do país) selecionado para o ANIMATIBA – Festival Internacional de Animação de Curitiba.
O evento ocorrerá entre os dias 23 e 29 de setembro com palestras, encontro acadêmico e profissional, exibição de filmes, premiações e sessões em escolas públicas. Nesta edição foram mais de 1.560 trabalhos inscritos de diferentes países. Para conferir a programação completa, acesse https://www.animatiba.com.br/.
Produzido pelos acadêmicos Rilary Wallace Duarte Silva e Jorge Bueno da Silva Filho, “Efúgio” narra a história de Demétrio e Malu, personagens que tentam se livrar das amarras de uma sociedade abusiva: ele, da guerra; ela, de um casamento marcado por sofrimento.
Ao som de Deep Water, da banda American Authors, eles seguem suas jornadas e levam o espectador a uma reflexão sobre a vida. O filme já está disponível no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=PstWcvymiLY).
Prisão X liberdade
A produtora e diretora de “Efúgio”, Rilary Wallace, conta que o videoclipe foi gravado em 2020, no auge da pandemia da Covid-19. “Além da pressão que o mundo estava vivendo (e vive ainda hoje), tínhamos um desafio enorme por conta do equipamento disponível para a produção e do trabalho remoto. Tudo isso parecia refletir na produção, mas estamos muito felizes com o resultado”, diz.
Além do ANIMATIBA, “Efúgio” já foi selecionado para outros importantes festivais: Lift-Off Sessions First-Time Filmmaker Sessions April 2021, Festival AnimArte 2021 e FILMÓPTICO – International Art Visual and Film Festival. “O clipe foi pensado de forma a mostrar que prisão e liberdade têm uma característica em comum, o indivíduo. Cada ser possui sua própria prisão e sua forma de sonhar com a liberdade, e quisemos trazer essa discussão à tona com ‘Efúgio’”, continua Rilary.
Mercado em ascensão
No Brasil, o mercado audiovisual apresenta uma taxa de crescimento de 8,8% ao ano. Um estudo divulgado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) revelou que o segmento de animação já movimentava, antes da pandemia, cerca de R$ 4 bilhões por ano no país.
A coordenadora do curso de Design de Animação e uma das orientadoras do trabalho, professora Ana Carolina Fróes, diz que a produção digital é uma indústria em ascensão e ver o trabalho dos estudantes se destacando desta maneira é motivo de orgulho.

Sobre a Ânima Educação
Com o propósito de ‘Transformar o Brasil pela Educação’, a Ânima Educação é a 4ª maior organização educacional privada do País em número de estudantes e a 3ª em receita líquida, com um portfólio de marcas valiosas e um dos principais players de educação continuada na área médica. A companhia é formada por uma comunidade de aprendizagem com cerca de 350 mil pessoas, composta por mais de 330 mil estudantes e 18 mil educadores, distribuídos em 16 instituições de ensino superior.
Está presente em 12 estados, nas regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste, e em quase 550 polos de ensino digital por todo o Brasil. Integradas também ao Ecossistema Ânima estão oito marcas especialistas em suas áreas de atuação, como HSM, HSM University, EBRADI (Escola Brasileira de Direito), Le Cordon Bleu (SP), SingularityU Brazil, Inspirali e Learning Village, primeiro hub de inovação e educação da América Latina, além do Instituto Ânima.
Em 2021, a Ânima foi destaque no Guia ESG da revista Exame como uma das vencedoras na categoria Educação. Em 2020, foi reconhecida como uma das cinco empresas mais Inovadoras do País, na categoria Serviço, de acordo com o Anuário de Inovação do Valor Econômico; e conquistou, em 2019, o prêmio Mulheres na Liderança, na categoria Educação, iniciativa da ONG Women in Leadership in Latin America (WILL). Desde 2013, a companhia está na Bolsa de Valores, no segmento de Novo Mercado, considerado o de mais elevado grau de governança corporativa.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui