COVID-19: Saiba mais sobre a nova variante

Delta está presente em mais de 130 países e é a responsável pelo aumento do número de infecções da COVID-19

Estudos alertam que, apesar de sermos em mais de 54 milhões de pessoas vacinadas com a dose completa da vacina contra a COVID-19 no Brasil – representando o equivalente a 25,80% da população – nesse momento, devem ser mantidos todos os cuidados necessários, devido ao avanço substancial da nova variante do vírus.

De acordo com o Infectologista do Grupo São Cristóvão Saúde, Dr. Jorge Isaac Garcia Paez, casos sobre a variante, denominada Delta, já foram comprovados no Brasil, inclusive na cidade de São Paulo. Trata-se de uma nova linhagem do vírus, com mutações genéticas múltiplas, que o torna mais transmissível e que, conforme o CDC – Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, é mais contagiosa e pode levar novamente ao alto índice de internações, principalmente em pessoas não vacinadas ou que estão com a vacinação incompleta. A nova variante já foi constatada em mais de 130 países, sendo a responsável pelo aumento de infecções da COVID-19, segundo dados da OMS – Organização Mundial da Saúde. Por isso, a luta contra o novo Coronavírus continua.

“Para se prevenir de todas as variantes da COVID-19 é preciso que cada um faça a sua parte, mantendo as medidas de prevenção diariamente, como evitar aglomerações e lugares fechados, higienizar constantemente as mãos, fazer o uso de máscara de proteção, manter ventilação frequente nos ambientes e tomar a vacina contra essa doença que, há mais de um ano e meio, assola o mundo”, alerta o Infectologista.

Como saber se é resfriado ou Covid-19? Dr. Jorge afirma que somente os testes clínicos podem detectar a presença do novo coronavírus no organismo. Para isso, é necessário realizar o RT-PCR ou Teste Rápido, caso apresente sintomas como nariz escorrendo ou coriza, dor de garganta, dor de cabeça ou indisposição.

Sobre os mitos que envolvem a eficácia ou não de determinadas marcas de vacina contra a doença, o profissional adverte. “Todas as vacinas disponíveis na Rede Pública de Saúde são comprovadamente eficazes contra a COVID-19 e a dose completa é eficaz contra a Variante Delta. Por isso, vacine-se. Cuide de você e de quem você ama!”, finaliza.

fernanda.martinelli@prconsultingamericas.com

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui