Dicas de sucesso para jovens empreendedores

CEO do market4u compartilha o que o novo empresário precisa para ter sucesso na jornada

De acordo com uma pesquisa feita pela Globo, 60% dos jovens das classes A, B e C, com até 30 anos de idade, sonham em empreender no futuro, e 24% deles já são empreendedores.

O CEO do market4u, Eduardo Córdova, sabe bem como é iniciar um novo negócio tão jovem: com 32 anos, sua primeira empresa foi criada quando ele tinha 17. Depois de alguns tropeços e acertos, criou um modelo de negócio rentável: ele é um dos sócios da maior rede de mercados autônomos da América Latina, startup curitibana que mira se tornar unicórnio em alguns anos. “A jornada empreendedora não é fácil e ninguém nos ensina na faculdade, na prática, como ser empreendedor. É muito comum desistir na metade do caminho ou crescer muito rápido e não ter pique para manter o sucesso, e tudo isso a gente aprende ou na prática, ou com um bom conselheiro por trás”, diz.

O empresário dá dicas que ninguém ensina quando o assunto é empreendedorismo jovem:

1- Estude o mercado. Ninguém vive só de ideologia, então pesquise se seu sonho é rentável, analisando qual dor sua solução irá resolver, quem são seus concorrentes e quais são seus diferenciais perante a eles;
2- Não espere estar perfeito para lançar seu negócio. Lance com o que tem e aprimore no caminho. Lembrando: lançar com o que tem significa ter o mínimo para um bom atendimento e fidelização do seu cliente – seja quem ele for;
3- Network. Sabe aquela frase: você não precisa fazer, precisa saber quem faça? Network serve muito para isso. É a sua rede de contatos e seu bom relacionamento com as pessoas que vão te salvar boa parte das vezes;
4- Não gaste o que não tem. Boa parte das empresas quebram porque os empresários gastam o faturamento futuro. Além disso, tudo que é ganho extra, no início, deve servir para você ou reinvestir no seu negócio ou guardar para não se endividar futuramente;
5- Persista na ideia, mas também saiba a hora de mudar de rumo. Fique sempre de olho nas movimentações do mercado e não tema trocar o foco, caso perceba que está indo em uma direção oposta;
6- Entregue mais do que seu cliente te pede e mantenha um padrão mínimo de qualidade. O erro de quem cresce rápido é entregar cada vez menos e isso pode levar sua empresa por água abaixo;
7- Tenha advisors. Conselheiros são importantes, porque eles já erraram, já acertaram e podem dar dicas valiosas para que você não caia nas mesmas ciladas. Pode ser ou um empresário que você se inspira, ou até um professor;
8- Saiba ouvir feedbacks negativos. Quando somos donos da nossa empresa, no começo, sentimos muito quando alguém faz qualquer crítica. Mas aceitar, consertar e seguir em frente, sem arrogância e prepotência, é a chave para o crescimento;
9- Leve a empresa a sério. Ser empresário não é trabalhar a hora que quer e sair de férias quando bem entender. Pelo contrário, muitas vezes é trabalhar mais do que qualquer pessoa para fazer dar certo e levar o computador nas viagens de família. Esteja preparado para isso.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui