Jovem do Santuário Santa Rita de Cássia será ordenado diácono

Matheus Marques de Matos é o primeiro vocacionado da comunidade do Hauer a aceitar a caminhada rumo ao sacerdócio
Matheus Marques de Matos é o primeiro vocacionado da comunidade do Hauer a aceitar a caminhada rumo ao sacerdócio
A escolha da profissão costuma ser uma tarefa complicada quando os adolescentes se deparam com as incertezas, as diferentes possibilidades e o futuro que virá pela frente. Descobrir prematuramente o que se gosta de fazer, perceber as aptidões naturais para essa ou aquela área de atuação exige esforços, diálogo, apoio e amadurecimento.

Enquanto a maioria dos jovens opta pelas profissões tradicionais como a medicina, direito, engenharia civil, relações internacionais, publicidade ou fisioterapia, Matheus Marques de Matos – então com 16 anos – participava de um retiro organizado pelo grupo de jovens ORE, em 2011, quando ‘ouviu um chamado’.

“Era como se meu coração estivesse aquecido. Eu me via vestido de padre com túnica, casula e estola, mas não contei a ninguém sobre essa experiência. De repente, várias senhoras de grupos de oração e que estavam comigo na capela, disseram: estamos sentindo que Deus está te chamando para ser padre”.

Bom conselho
Depois de se aconselhar com o padre Gilberto Bonato Xavier – mais conhecido como padre Gil (na época Pároco do Santuário Santa Rita de Cássia, no Hauer) – e de muitas reflexões e aprendizados recebidos dos Padres Jairson (Dehoniano) e Maurício (Diocesano), ele decidiu seguir o coração. “Pensava em ser advogado, mas fiquei intrigado quando refleti: o que Deus quer de mim?”, explica Matheus.

Em 2013, o jovem entrou no Seminário Propedêutico São João Maria Vianney, em Curitiba, e começou a caminhada, que o fazia feliz. Em 2020, fez uma missão no estado do Pará, que o alegrou ainda mais e o ajudou a chegar a esse momento decisivo de vida.

E no próximo dia 28 de agosto (sábado), às 10h, Matheus Marques de Matos – junto com Marcus Vinicius Segedi da Silva – receberão a Ordenação Diaconal, no Santuário São José [rua Albino Vico, 32, Capão Raso, em Curitiba-PR].

A celebração terá a presença do Arcebispo Dom José Antônio Peruzzo e será transmitida pelas redes sociais da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Curitiba.

Hauer em festa
Como Matheus é “prata da casa” – pois foi batizado e crismado no Santuário Santa Rita de Cássia, no Hauer – a comunidade está radiante.

Para que exista a colheita, é preciso haver a semeadura. Estava plantada no coração do menino uma inquietude que o acompanharia por muito tempo. Então, a semente em terra fértil ganhou força, mas não brotou da noite para o dia.

Como sabemos, os consagrados da Igreja são chamados por Deus a estarem no meio da escuridão do mundo para levar-lhes a luz de Cristo. Por isso, o Papa Francisco nos recorda: “Onde há os consagrados, há alegria!” “Viram como a vida em comunidade é importante? Por isso, alegrem-se conosco e acompanhem a Ordenação Diaconal desses jovens que disseram SIM a Deus”.

Curiosidades
A primeira celebração em que Matheus participou como seminarista, em nosso Santuário, foi celebrada pelo padre Anísio José Schwirkowski, scj, então pároco-reitor do local.

Numa de suas falas, padre Anísio diz: Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.

Noutro momento em que cita João Maria Vianney (1786-1859), conhecido como o Patrono dos Padres, diz: Deus escolheu os fracos para confundir os grandes. Isso porque a loucura de Deus é mais sábia que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte que os homens.

Matheus é o primeiro jovem de sua família a optar pela vida religiosa como sacerdote, uma vez que na família já existe uma tia avó (que ele não conheceu), que foi religiosa de Schoenstatt. É também o primeiro jovem da comunidade Santa Rita de Cássia a seguir em frente na vocação religiosa.

Para Vanda Matos, 60 anos, mãe de Matheus, a princípio não foi fácil a compreensão da escolha do filho, mas “ter em casa um filho vocacionado é um privilégio divino”. Já a amiga Carol Rabitto: considera que “é uma grande alegria ver que Matheus está feliz com o seu sim. E é um privilégio acompanhar essa trajetória e também crescer com ele”. Outra que não esconde a alegria é a madrinha de batismo Vera Lucia Dias Da Silva. Segundo ela, Matheus ouviu seu primeiro chamado durante a Primeira Eucaristia. “Eu era Ministra da Eucaristia e percebi o quanto ele se emocionou. Acompanhar essa trajetória e a ordenação diaconal nos enche de felicidade”.

“Sem dúvida esse é um momento de felicidade e gratidão a Deus. São muitos os chamados, mas poucos os que realmente escutam e respondem com um sim a Deus”, argumenta o Pároco Carlos Alberto Rodrigues, o Pe. Beto, do Santuário Santa Rita de Cássia. Pe. Beto deseja que a atitude de Matheus motive outros jovens a viverem em plenitude a sua vocação – como leigos ou religiosos.


Perguntas e respostas
-Qual é a função de um diácono na Igreja?
O papel do diácono nas igrejas católicas contemporâneas passa desde o trabalho administrativo nas arquidioceses, até funções de porteiro e vigia durante os cultos e missas. Além disso, sob a observação de um sacerdote, o diácono também pode realizar algumas cerimônias religiosas, como batismos e abençoar casamentos.

-Quem pode ser diácono?
Há os diáconos em grau permanente que podem ser homens solteiros, casados ou viúvos.

-Qual a diferença entre um padre e um diácono?
Às vezes as pessoas esbarram por aí com um diácono e o confundem com um padre. O diaconato é o primeiro grau do sacramento da Ordem. O presbiterato (padres) é o segundo e o episcopado (bispos) é o terceiro. Portanto, todo diácono católico deve ser ordenado por um bispo num ritual próprio.

-Quais são as qualidades de um diácono?
Que ele é honesto e irrepreensível ficará demonstrado em seu amor piedoso e compaixão verdadeira por aqueles em necessidade.

Serviço:
O que: Ordenação Diaconal de Matheus Marques de Matos e Marcus Vinicius Segedi da Silva
Quando: Dia 28/08, às 10h
Onde: No Santuário São José [rua Albino Vico, 32, Capão Raso, em Curitiba-PR].
Como assistir: Pelas redes sociais da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Curitiba
facebook.com/PastoralVocacionalcwb/
instagram.com/pvcwb


Crédito da imagem: Artur Morgan/Divulgação Pascom

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui