Pesquisas mostram a relação entre as formigas e a conservação dos campos naturais do Paraná

Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) obtêm resultados que ampliam o conhecimento sobre a fauna de formigas nos campos do Paraná.

Pesquisas mostram a relação entre as formigas e a conservação dos campos naturais do Paraná
Exemplares da espécie Atta sexdens, identificadas em Vila Velha. Foto: UFPR

O projeto “As Formigas dos Campos Gerais Paranaenses – uma Abordagem Ecológica e Taxonômica”, com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), contemplou a diversidade, a composição, a distribuição e a vulnerabilidade da fauna de formigas em quatro unidades de conservação do Paraná: os parques estaduais de Vila Velha, do  Guartelá  e do Cerrado; além do Refúgio da Vida Silvestre dos Campos de Palmas.

Desde 2014, novas espécies foram descobertas e outras dezenas foram identificadas pela primeira vez no Paraná. Até então, nenhum trabalho havia sido feito com formigas nessas áreas.

Com os resultados, foi possível compreender a importância da conservação em diferentes regiões do estado. “Descobrimos que, apesar da ausência de florestas, os campos paranaenses abrigam uma fauna diversa de formigas, que inclui espécies raramente coletadas e algumas não encontradas em nenhum outro ecossistema do país”, resume o professor Rodrigo Feitosa, do Departamento de Zoologia da UFPR, que coordenou os estudos, conduzidos por pós-graduandos em Entomologia da UFPR e por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia.

Leia a matéria completa no portal da UFPR – https://www.ufpr.br/portalufpr/?p=141632

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui