4ª Edição do Summit Saúde Financeira “Um Sistema Financeiro Sustentável”

Andressa Costa, Chief Knowledge Officer da Tindin, mostrará o impacto das práticas voltadas à educação financeira e como podem impactar positivamente a vida das pessoas e transformar o mundo.

Visando a criação de “Um Sistema Financeiro Sustentável”, entre os dias 28 e 30 de setembro, acontece a 4ª edição do Summit Saúde Financeira. Serão três dias de encontro 100% digital, com transmissão via Zoom, fruto de uma parceria entre o Banco Central do Brasil e a Comissão Setorial de Cidadania Financeira da FEBRABAN, Federação Brasileira de Bancos.

Um dos objetivos dos organizadores é mostrar, na prática, projetos que contribuem para a saúde financeira da população. Uma das convidadas é Andressa Costa, educadora financeira, sócia e CKO, Chief Knowledge Officer da Tindin, uma Edfintech brasileira que nasceu com o propósito de usar o poder da educação financeira infanto-juvenil para transformar o mundo.

A Tindin participa no dia 30, das 9h às 11h30 no Painel 3 – Programa de aceleração e experiências que contribuem para a construção e formação da Saúde Financeira da população. Todos os debatedores do painel são finalistas do Programa de Aceleração realizado pela Febraban no último ano.

Andressa irá abordar quais são as boas práticas para a construção da saúde financeira do brasileiro, como avançar na construção, formação e transformação dessa organização financeira.

O objetivo é mostrar qual o impacto que se espera com ações práticas de educação e como elas podem impactar positivamente a vida financeira do consumidor. Para a Tindin, o foco está principalmente nas crianças e adolescentes, já que uma educação que começa desde cedo pode ser ainda mais transformadora.

“Quando educamos financeiramente as crianças, estamos formando uma nova geração com inteligência financeira, capaz de mudar toda a nossa nação e construir um país mais forte e próspero”, afirma Andressa Costa.

Ela reforça a importância de unir a educação financeira das crianças com a das famílias como um todo. O PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) constatou, por meio da avaliação de Letramento Financeiro, que os alunos que aprendiam noções de finanças e economia doméstica em casa, tiveram um aumento de 7,5% na pontuação da prova.

De toda forma, não ter os pais financeiramente educados não pode ser um impeditivo para levar essa educação para as crianças na escola, pois elas acabam se tornando disseminadoras do conteúdo em casa – o que beneficia toda a família. Afinal de contas, o sonho é que no futuro a educação financeira seja uma realidade para todos os brasileiros!

SERVIÇO

O que: 4ª Edição do Summit Saúde Financeira “Um Sistema Financeiro Sustentável”
Quando: de 28 a 30 de setembro
Como: 100% online, transmissão via Zoom
Moderador:  Augusto Aielo (Voe sem Asas – Aceleradora de Empreendedores)
Debatedores: Finalistas do Programa de aceleração Febraban
Inscrições: https://lnkd.in/dbpPYgjv

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui