Crises econômicas e aumento da pobreza são tema de encontro

O planeta vive uma de suas piores crises econômicas, agravada pela pandemia nos quatro cantos do mundo. Pela primeira vez na história recente do país, a economia sofre com choque de oferta e de demanda ao mesmo tempo. Quedas no mercado de ações, fechamento de empresas, desemprego e outras questões têm afetado diretamente o aumento da pobreza. Políticas públicas são suficientes para a reversão desse cenário? O que os educadores podem fazer e ainda não estão fazendo?

Essas e outras questões baseiam o projeto “Diálogos Contemporâneos”, articulado pelo Centro Universitário UniOpet com mediação da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp). Com abrangência internacional, o próximo painel “Crises econômicas, aumento da pobreza e da fome” será nesta terça-feira (21), das 18h às 19h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

Serão painelistas Alcione Albanesi, empresária e empreendedora social, fundadora dos Amigos do Bem; Dario Neto, co-fundador e ex-CEO do Grupo Anga, holding que abriga as operações da Eureca, Tribo, 08 e Qura; e Samuel de Abreu Pessôa, doutor em Economia, sócio da JBFO São Paulo e pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro.

“São encontros para discussões sobre temas atuais que têm impacto direto na sociedade, como questões socioambientais, humanitárias, políticas e sociais, para engajar ações sistêmicas e comunitárias com foco em reflexões sobre sustentabilidade e responsabilidade social. O espaço acadêmico é potencializador no sentido de construir reflexões de ações concretas de transformação social. No UniOpet, assumimos a formação acadêmica e humana para compreender o papel dos nossos estudantes a possibilidade de contribuir com as transformações locais por meio das suas profissões”, afirma Camila Casteliano dos Santos, professora da graduação no UniOpet.

O trabalho tem sido feito nas disciplinas de extensão, que tem como foco temáticas contemporâneas que fomentem tais reflexões, mediado pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão (Nupex) e pelas coordenações de curso. “Neste semestre, estamos trabalhando com a temática ‘Diversidades e Inclusão’, com temas que impactam em todos os objetos de estudos dos cursos, devido a sua materialidade transformadora. O UniOpet, em conjunto com o Semesp e outras importantes instituições de educação superior, defende uma formação acadêmica que gere consciência, humanização e transformação social, compreendendo nosso importante legado que formou tantas lideranças expressivas para nosso município, estado e país”, reforça a professora, que auxilia na coordenação do Nupex.

“Diálogos Contemporâneos”

Painel: “Crises econômicas, aumento da pobreza e da fome”

21 de setembro (terça-feira)

Das 18h às 19h

Inscrições gratuitas

Sobre‌ ‌o‌ ‌UniOpet‌ ‌

O‌ ‌Centro‌ ‌Universitário‌ ‌UniOpet‌ ‌tem‌ ‌a‌ ‌sua‌ ‌formação‌ ‌apoiada‌ ‌na‌ ‌experiência‌ ‌de‌ ‌mais‌ ‌de‌ ‌45‌ ‌anos‌ ‌de‌ ‌ensino‌ ‌do‌ ‌Grupo‌ ‌Opet.‌ ‌O‌ ‌pioneirismo‌ ‌e‌ ‌o‌ ‌espírito‌ ‌empreendedor‌ ‌são‌ ‌características‌ ‌marcantes‌ ‌que‌ ‌fazem‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌DNA‌ ‌da‌ ‌instituição.‌ ‌O‌ ‌trabalho‌ ‌do‌ ‌UniOpet‌ ‌é‌ ‌focado‌ ‌na‌ ‌formação‌ ‌de‌ ‌profissionais‌ ‌para‌ ‌o‌ ‌mercado‌ ‌de‌ ‌trabalho.‌ ‌O‌ ‌UniOpet‌ ‌atua‌ ‌nas‌ ‌três‌ ‌principais‌ ‌modalidades‌ ‌de‌ ‌ensino:‌ ‌presencial,‌ ‌semipresencial‌ ‌e‌ ‌EAD.‌

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui