Meios digitais facilitam procura por diálogo e encontro de vocação durante pandemia

Temática será abordada em programa televisivo focado em histórias inspiradoras sobre propósito de vida

A restrição de atividades presenciais em igrejas, escolas e outros estabelecimentos devido a pandemia, não impediu jovens e adultos de buscarem orientações sobre espiritualidade e vocação. Isso porque os meios digitais facilitaram a busca por diálogo em tempos de isolamento social. É o que conta o Coordenador de Animação Vocacional na Província Marista Brasil Centro-Sul (PMBCS), Volnei Sevenhani. Segundo ele, também houve uma mudança de perfil do vocacionado, já que hoje em dia o público adulto tem procurado muito mais por esse entendimento.

Uma coisa que a pandemia intensificou foi a procura das pessoas por conversas, por alguém que pudesse escutar e partilhar um pouco a vida. Então se entendemos que vocação é estar feliz, é estar de bem com a vida, é se colocar no prumo, compreendemos que também houve uma maior busca pelo encontro da vocação”, relata.

Sevenhani ainda explica que o chamado vocacional possui características únicas para cada pessoa, é individual e pode ocorrer de diversas formas, para diferentes tipos de vocação, enviando a servir nas várias área da sociedade. “Precisamos de pessoas que chamem, que proponham e que coloquem diante de si e de outras pessoas a possibilidade e necessidade de uma vida cristã comprometida com os valores do evangelho, seja na vida leiga, religiosa ou presbiteral. Todos podemos chamar e propor. Chamar para a vocação religiosa, por exemplo, não é propriedade de quem é religioso”, destaca.

Formas de chamado para a vocação religiosa

Do ponto de vista cristão, a vocação pode ser vivida de maneira matrimonial ou laical, sacerdotal e religiosa. Essa última compreende pessoas que se consagram a Deus por meio dos votos de pobreza, obediência ou castidade e, geralmente, seguem e servem a Cristo por meio de uma Congregação Religiosa. Um exemplo são os Irmãos Maristas.

Natalino Guilherme de Souza, atual Secretário Executivo da UMBRASIL (União Marista do Brasil), começou seu acompanhamento vocacional em 1997, por meio de um chamado de um Irmão Marista. “Quando fazia o ensino médio, um Irmão me contatou e me convidou para participar de um encontro vocacional. Aceitei, meio sem saber do que se tratava o encontro. Meses depois, recebi o convite para realizar uma experiência de imersão em uma comunidade de Irmãos, na cidade de Silvânia/GO. Nessa cidade, tínhamos uma escola voltada ao atendimento de crianças advindas das áreas rurais. Depois dessa experiência, eu me senti confirmado no desejo de entregar a minha vida ao serviço das crianças e dos jovens”, relata.

Além da escola e da Igreja, o ambiente familiar também pode ter forte influência no discernimento vocacional. É o caso da Ir. Maria Inês Vieira Ribeiro, presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB). “Tenho primas e primos, conterrâneos que seguiram essa vida. Desde muito jovem dizia a meus pais que queria essa vida para mim. Através de uma Leiga ligada ao Carisma da minha Congregação, fui acompanhada e ingressei. Agradeço muito a Deus pelo chamado e por me sustentar até aqui nessa linda missão! Vivo com alegria minha vocação e desejo que muitos jovens experimentem o que significa ser ‘totalmente de Deus e para seu serviço’, nos irmãos e irmãs que mais precisarem”, declara.

Qual é a minha vocação? – Assista no próxima episódio do “De Propósito”

A temática “Qual é a minha vocação?” será abordada no episódio do dia 04/09 (sábado) 14h30, do programa “De Propósito” e contará com depoimentos de Irmão Natalino e da Irmã Maria Inês. Também abordará a história da idealizadora do Centro Socioeducativo Santo Aníbal Maria, uma instituição que atende mais de 350 crianças em situação de vulnerabilidade social e violações de direitos.

A partir de narrativas testemunhais de vida, interatividade, mensagens em vídeo, matérias externas e entrevistas online sobre questões relacionadas à espiritualidade, solidariedade, vocação, educação, longevidade, sustentabilidade e cultura de paz, o programa de TV foi idealizado e produzido pela Província Marista Brasil Centro-Sul, em parceria com a TV Evangelizar, com o objetivo produzir conteúdo de interesse para jovens e seus familiares. A primeira temporada, que estreou no dia 10 de julho, é composta por 12 episódios de 30 minutos cada, e segue sendo exibida até 25 de setembro de 2021, sempre aos sábados, a partir das 14h30.

Confira a seguir as datas e temas dos próximos programas:

Programa 9 | Qual é a minha vocação (04/09)

Abordará a temática vocações a partir da história da idealizadora do Centro Socioeducativo Santo Aníbal Maria, uma instituição que atende mais de 350 crianças em situação de vulnerabilidade social e violações de direitos.

Programa 10 | Eu cuido da casa comum (11/09)

Abordará o cuidado com a Casa Comum e uma reflexão sobre consumo e sustentabilidade do planeta.

Programa 11 | Educar para o futuro (18/09)

Este é o tema central deste episódio do programa “De Propósito”. Abordará os novos saberes necessários na visão de Edgar Morin, entre os quais evitar a ilusão, buscar o conhecimento, enfrentar as incertezas e se preparar para o inesperado.

Programa 12 | A arte de viver em paz (25/09)

A arte de viver em paz é fundamental nestes tempos difíceis que estamos vivendo, com pandemia, guerras, violência e intolerância. Esta será a temática do programa de fechamento da primeira temporada.

Serviço

Programa: De Propósito

Veiculação: TV Evangelizar, todo sábado – pode ser acompanhado pelos canais da Rede Evangelizar e pela internet.

Período de veiculação: 10 de julho à 25 de setembro

Horário: 14h30, com duração de 30 minutos

Sobre a Província Marista Brasil Centro-Sul (PMBCS)

A Província Marista Brasil Centro-Sul (PMBCS) é uma unidade administrativa do Instituto Marista, que foi idealizado em 1817 por Marcelino Champagnat, na França. Presente no Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e na cidade de Goiânia. A instituição atua em prol da missão Marista, que é ser farol que orienta e promove a vivência dos valores do Evangelho, do jeito de Maria, contribuindo para a formação de cidadãos éticos e solidários para a transformação da sociedade, com foco nos direitos de crianças e jovens. Saiba mais no site: www.marista.org.br.

Foto destaque: Divulgação

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui