Paraná: período de rematrículas escolares faz com que pais pensem em locais com tecnologia mais presente

Pandemia trouxe um novo ritmo para a educação e, mais do nunca, tecnologia se tornou fator determinante.

Quadros digitais são integrados a uma plataforma de última geração em colégio da Grande Curitiba.

 

Começa em algumas semanas a temporada de matrículas e de rematrículas em todo o Paraná. O estado se organiza desde já para acolher mais de 1 milhão de estudantes em cerca de 2,1 mil escolas. A pandemia de Covid-19, que revolucionou a educação causando uma enorme crise no setor, também trouxe mudanças assertivas.

Mesmo com o retorno dos estudantes ao modelo presencial, a tecnologia foi fundamental para aplacar os impactos das alterações e se tornou peça-chave para o sucesso do que foi possível até aqui. Foi uma transformação que começou lenta, com aulas on-line gravadas e transmitidas via YouTube, mas que ganhou agilidade. A tecnologia se tornou indispensável e, também, questão fundamental na tomada de decisão de pais e responsáveis.

Prova de inovação e uso da tecnologia como um meio para o ensino, vem do município de Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba (PR). O Colégio COC Beraldo tem oportunizado aos alunos uma experiência inédita em todo o período de pandemia.

Uma das estratégias inovadoras foi a adoção de quadros digitais integrados a uma plataforma de última geração, disponíveis em todas as salas de aula, em substituição ao tradicional quadro de giz. A ideia é pioneira em todo o Paraná e, conforme a coordenação/direção, teve o objetivo de encurtar distâncias, já que a escola, que atende desde a Educação Infantil até o Terceiro e Pré-Vestibular, funciona neste momento no modelo híbrido.

Diferente de outras instituições, onde simplesmente a câmera do computador capta o quadro (muitas vezes com reflexos e luzes que incomodam e dificultam a visibilidade), a proposta do digital é projetar o mesmo conteúdo dos livros e/ou das apostilas, garantindo que todos os alunos, em casa ou na escola, acompanhem ao mesmo tempo o conteúdo. A visão é “limpa”, clara e dinâmica.

Em situação prática, por exemplo, os alunos que assistem aula em casa podem responder enquetes e aguardar pela resposta ao mesmo tempo em que a turma do presencial testa seus conhecimentos. Ainda, é através da plataforma que os alunos podem acessar suas atividades e rever conteúdos gravados.

“Este mesmo acervo pode ser visitado pelos professores e pelos pais, que, por meio do dispositivo, ficam sabendo quando o estudante navegou, o que ele viu e por quanto tempo”, destaca a coordenadora e pedagoga da unidade do COC, Rozana Vicentin, enaltecendo mais uma vantagem da plataforma.

AJUDA PARA PAIS ACOMPANHAREM DESEMPENHO

Colégio de Campina Grande é pioneiro no Paraná em oferecer a tecnologia.

Com poucos “cliques”, os pais conseguem visualizar todo o histórico do filho, se eles entraram nas aulas, que hora foram acessados os conteúdos e se eles fizeram todas as tarefas. Algo que combina com as necessidades deles, que, mesmo em casa, em home office, nem sempre conseguem ser presentes o tempo todo. Mais um plus: os ambientes de estudos do COC têm microfones, o que garante a chegada nítida do áudio para quem está no modelo remoto. “No início da pandemia, fomos construindo tudo isso com erros e acertos. Aos poucos, fomos nos consolidando e hoje a equipe trabalha utilizando as mesmas ferramentas”, comenta a pedagoga Rozana.

Para a professora Claudia Costin, da Fundação Getúlio Vargas, “a escola tem um papel fundamental na construção, não só de uma vida e no direito de cada indivíduo, mas na construção de uma nação”. Países com bons sistemas educacionais são sociedades mais coesas, com menos desigualdade social, vida cultural mais variada e acessível. Mas, um alerta: especialistas dizem que não houve tempo perdido, antes, um tempo vivido para preservar a saúde de todos – especialmente a mental.

“A escola digital não veio para substituir a presencial e sim para somar. Mesmo num futuro onde as aulas presenciais diárias retornem, a tecnologia se fará cada vez mais presente e será aliada, proporcionando o acesso dos alunos às aulas em momentos de necessidade, além de facilitar a retomada de conteúdos, materiais de reforço e acompanhamento de atividades e provas, pelos alunos, pais e professores”, conclui a pedagoga do COC Beraldo.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui