Programa de aceleração de startups busca facilitar o acesso a mercado no segmento B2B

DM Open Innovation acelerará até cinco startups por quatro meses e ao final escolherá a que mais se destacou para receber aporte de R$ 15 mil e acesso a 360 parceiros varejistas.

De acordo com a definição do Sebrae, uma startup é uma empresa nova, até mesmo embrionária, que conte com projetos promissores, ligados à pesquisa e desenvolvimento de ideias inovadoras. As startups são caracterizadas por terem custos bastante pequenos em comparação com os lucros que obtêm, que às vezes crescem exponencialmente a ponto de transformar uma startup em uma gigante do segmento, quase sempre ligado à tecnologia.

O sonho de toda startup é atingir o patamar de unicórnio, que é quando a startup alcança um valor de mercado superior a US$ 1 bilhão. E o ecossistema de startups no Brasil segue em crescimento acelerado, com diversos novos unicórnios. Os exemplos mais recentes de incluem 99, iFood, Loft, MadeiraMadeira, Hotmart, Único e Nuvemshop e é praticamente uma regra elas passarem por algum programa de aceleração e captarem várias rodadas de investimentos antes de se tornarem um unicórnio.

E foi justamente para ajudar as startups a se desenvolverem e lançarem novas soluções tecnológicas por meio de um acesso à sua própria rede de parcerias e infraestruturas que a DMCard, empresa de soluções financeiras, anunciou o lançamento do programa de aceleração DM Open Innovation, com foco em soluções B2B voltadas para o segmento financeiro e com atuação no varejo.

A iniciativa de inovação aberta da empresa, com mais de 18 anos de experiência no mercado, tem como principal objetivo facilitar o acesso a mercado dessas empresas. Tudo isso, com um programa estruturado em capacitações e mentoria com executivos, gestores e parceiros externos da DMCard.

Além disso, o processo de aceração DM Open Innovation também abrirá as portas de mais de 360 parceiros lojistas da DMCard para que startups tenham mais um canal de acesso ao mercado varejista.

Ao todo, o programa DM Open Innovation selecionará até cinco startups para participar do programa de aceleração com duração de quatro meses, tendo início em 10 de novembro de 2021. As empresas interessadas já podem efetuar a inscrição.

O DM Open Innovation é um projeto muito importante para o ecossistema local de startups, assim como para o ecossistema brasileiro de startups. A ideia é possibilitar que as startups acessem com mais facilidade o mercado.

O que o programa vai oferecer

As startups selecionadas passarão por um processo de aceleração com duração de quatro meses, dividido em atividades coletivas com profissionais da DMCard e rede de parceiros, oito mentorias individuais com gestores, executivos e especialistas da DMCard, além de conexão com redes parceiras.

Entre os assuntos que serão abordados durante a mentoria estão marketing digital, produtos, Customer Experience, design, growth e métodos ágeis sem nenhum custo. Vale ressaltar que as startups selecionadas terão dois encontros online mensais em datas acordadas.

Ao final dos quatro meses, o programa DM Open Innovation escolherá a startup que mais se destacou, de acordo com os critérios estabelecidos durante a reunião inicial e que passou pelas duas etapas, para receber um aporte de R$ 15 mil reais para investimento no seu negócio. A premiação ocorrerá no dia 16 de março de 2022, conforme o cronograma estabelecido.

Tiago Damazio, Líder da área de Experiência do Cliente da DMCard, afirma que todos na empresa entendem que as startups estão em ritmo acelerado, gerando inúmeras soluções tecnológicas e inovadoras, mas que elas têm grandes dificuldades de acessar os grandes players do mercado.

“Nós da DMCard estamos oferecendo essa oportunidade de parceria, na qual as startups poderão usufruir de capacitação e mentoria direcionada pelos nossos gestores, executivos, diretores e parceiros externos, além de possibilitar que as startups ofereçam seus serviços e produtos para as nossas redes de parceiros. Estamos muito felizes em poder ajudar as startups a acessar o mercado, um grande diferencial para quem está começando”, garante o executivo.

Ecossistema em constante evolução

De acordo com dados do Inside Venture Capital Report, apenas no último mês foram investidos US$ 772 milhões, distribuídos em 56 rodadas, no ecossistema de inovação brasileiro, o que o deixa em ótimas condições.

Ainda de acordo com o relatório produzido pela plataforma de inovação aberta Distrito, esse valor é quatro vezes maior comparado ao mesmo mês de 2020, quando registrou US$ 191 milhões, em 45 investimentos.

Inscrições

As startups com foco em inclusão financeira B2B podem fazer a inscrição pelo site https://www.dmcard.com.br/portal/open-innovation, entre os dias 24 de setembro e 8 de outubro. Para participar, as empresas devem cumprir os seguintes pré-requisitos:

  • Possuir, ao menos, um desenvolvedor na equipe;
  • Possuir CNPJ ativo;
  • Possuir um mínimo produto viável (MVP) validado;
  • Abordar soluções corporativas B2B que possuam sinergia com o mercado da DMCard.

Processo seletivo em duas etapas

Após a inscrição no programa DM Open Innovation e a confirmação dos requisitos estabelecidos, a DMCard divulgará a lista dos selecionados para segunda etapa no dia 15 de outubro.

A segunda etapa é a avaliação final. Ao todo, serão selecionadas 10 startups para realização de Pitch de Negócios para uma banca avaliadora formada por gestores da DMCard e eventuais parceiros externos, sendo considerados os seguintes critérios: escalabilidade de ideia, grau de inovação, perfil do empreendedor e modelo de negócios.

A lista completa dos aprovados será divulgada no dia 25 de outubro no site do Programa DM Open Innovation, que terá início no dia 10 de novembro.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui