Projeto de sistema de automação da nova fábrica da LD Celulose inova com virtualização do sistema

Soluções da Valmet auxiliam no gerenciamento da produção de celulose solúvel na planta em Indianópolis (MG)

Os testes estão sendo realizados em uma estrutura desenvolvida pela Valmet, em Sorocaba (SP). Créditos: Divulgação

Em execução desde o início do ano, os testes do projeto do sistema de automação da nova planta da LD Celulose, em Indianópolis (MG), estão em fase de aceitação final. Os testes estão sendo realizados em uma estrutura desenvolvida especialmente para este projeto pela Valmet, em Sorocaba (SP), que conta com 230 painéis e tem como principal inovação um ambiente totalmente virtualizado, com dois clusters para a conexão virtual/on-line de todas as máquinas e sistemas que envolvem a operação da fábrica mineira em um mesmo hardware. Tal configuração garante alta disponibilidade e grande segurança do sistema. Ao todo, o projeto tem 55 especialistas envolvidos na implementação da tecnologia.

Os primeiros gabinetes foram enviados para a nova fábrica em construção no final de maio e a entrega completa deverá ser finalizada em outubro de 2021, juntamente com a conclusão dos testes. “Nesse projeto, conseguimos captar um nível de tecnologia que não era utilizado no setor de automação, mas sim mais difundido na área de TI”, explica o especialista de automação e instrumentação da LD Celulose, Jacson Santi. “Esse é o grande diferencial: virtualizar todas as máquinas e sistemas que envolvem a operacionalidade da fábrica”, explica.

Com a pandemia, um dos desafios do projeto foi adequar testes que normalmente eram realizados nas unidades da Valmet, em Sorocaba e na Finlândia, para a execução quase toda remota, com a participação dos times da Valmet e da LD Celulose em diferentes localidades. O gerente de projetos da Valmet, Sandro Silva, explica que “tínhamos um ambiente preparado para receber a equipe da Finlândia e da LD em Sorocaba, mas priorizando a segurança de todos, optamos por realizar quase tudo de forma remota. Mesmo com este desafio, estamos atingindo todas as metas estabelecidas”, explica.

Outro grande diferencial para a escolha da Valmet como grande parceira na nova fábrica foi sua experiência em projetos greenfield no mercado de celulose. “Tivemos várias reuniões para mostrar nossas soluções, para ressaltar nossa capacidade de execução de projetos e, para embasar a escolha da LD, promovemos uma visita de referência em uma fábrica na Região Sul do país, onde pudemos trocar experiências com o usuário final. A LD Celulose busca inovação e somos referência nesse segmento para a indústria de papel e celulose”, analisa a gerente de aplicação da Valmet, Simone Almeida.

A inovação para a virtualização dos sistemas da nova fábrica também teve o apoio do time da Valmet na Finlândia, característica que, segundo a LD, mostrou a diferenciação da Valmet em sua oferta aos clientes. “Ter a Valmet como parceira é muito positivo. Temos comprovado que foram adotadas as melhores tecnologias no projeto. Isso nos dá uma expectativa muito boa, já que os grandes diferenciais da Valmet são a tecnologia embarcada, tanto na virtualização, quanto no encontro de diagnósticos, pois conseguimos, a partir da sala de automação, realizar uma análise de toda a planta. Tudo isso com uma interface muito assertiva”, afirma o Gerente de Manutenção da LD Celulose, Alan Alves.

Simone complementa que o bom desenvolvimento do projeto durante a fase in house credencia a parceria para a fase seguinte, on site, quando ocorre o comissionamento e a partida da fábrica. “O grande objetivo é manter essa parceria não só agora, nesse período, que vai até o start up da fábrica, mas sim, ao longo de toda a jornada da nova fábrica da LD Celulose, oferecendo todas as nossas soluções em automação e serviços, seguindo a nossa proposta Valmet’s way to serve”, finaliza.

Sobre a Valmet

A Valmet é líder global no fornecimento e desenvolvimento de processos tecnológicos, automação e serviços para os segmentos de celulose, papel e energia. A visão da Valmet é se tornar líder global no atendimento aos clientes. O escopo completo de fornecimento inclui fábricas de celulose, linhas de fabricação de papel, cartão e tissue, além de plantas para geração de bioenergia. Os serviços abrangem desde manutenção e peças de reposição até melhorias nas fábricas. Já as avançadas soluções em automação da Valmet englobam desde simples medições até projetos de automação completos em toda a planta fabril, otimizando o uso de matérias-primas e energia. A Valmet possui mais de 14 mil colaboradores em todo o mundo e, na América do Sul, opera com unidades em Araucária (PR), Sorocaba (SP), Belo Horizonte (MG), Imperatriz (MA) e Concepción, no Chile. Mais informações: www.valmet.com.br.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui