Retomada de atividades físicas pós-covid deve ocorrer de forma gradual

Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte, os exercícios físicos online estão em primeiro lugar na lista de tendências divulgadas anualmente. Antes, eles estavam na 26ª colocação

Retomada de atividades físicas pós-covid deve ocorrer de forma gradual

A pandemia da Covid-19 alterou em todas as pessoas comportamentos físicos, sociais, alimentares e comportamentais. Muitas ganharam peso, outras tantas perderam, outras ainda buscaram cursos e formações e até deram um salto na carreira. Para aliviar a tensão imposta pelo isolamento social, muitas buscaram na atividade física uma forma de relaxar e liberar a tensão apresentada no dia a dia.

“A atividade física, proporciona para a pessoa um bem estar físico e mental. Quando nos exercitamos, liberamos o hormônio da endorfina no nosso corpo, nos proporcionando a sensação de prazer. Porém, sem o acompanhamento de um profissional, podemos executar movimentos com a técnica errada e aí causar algum tipo de lesão”, contou o Personal Trainer, Renan Ribeiro (CREF- 035300-G/PR).

Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte, os exercícios físicos online estão em primeiro lugar na lista de tendências divulgadas anualmente. Antes, eles estavam na 26ª colocação. Porém, com o avanço da vacinação nacionalmente e os números de contaminação em queda, as práticas presenciais de atividades físicas estão sendo retomadas e o ortopedista faz um alerta. “Como algumas pessoas não se acostumaram com os exercícios online, acabaram parando e agora, com os parques abertos, academias, querem retomar o tempo perdido e iniciam a atividade física de forma desordenada e sem orientação, e é aí que podem ocorrer lesões que variam de graves a leves”, alertou o médico ortopedista, credenciado da Paraná Clínicas, Carlos Miers (CRM/RQE).

As lesões mais comuns neste período de retorno são as ligamentares, musculares e as tendinosas. “Elas são causadas por torções, técnicas erradas e até mesmo por movimentos que até então, eram comuns. O que as pessoas precisam entender é que o retorno às atividades deve ocorrer de forma gradativa, com exercícios leves e respeitando os limites do corpo, dessa forma, as chances de lesões e de passar por um novo período sem atividade, será reduzido”, enfatizou o médico.

Para retornar a pratica de atividades físicas em segurança, o ortopedista dá algumas dicas:

– Respeitar os limites do corpo e ir aumentando gradativamente a intensidade dos exercícios;

– Fazer alongamento ao iniciar e finalizar as atividades físicas;

– Antes de iniciar as atividades, realizar um aquecimento;

– Preferir realizar as atividades com a supervisão de um profissional de Educação Física;

– Se houver algum tipo de incomodo, procurar um especialista para avaliação.

 

3 itens para identificar uma lesão:

– Dor intensa que não melhora com o passar dos dias;

– Inchaço persistente;

– Dificuldade ao realizar atividades comuns do dia a dia.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui