Terceirização, um mercado em expansão acelerada

Não é segredo para ninguém que a pandemia travou o investimento e as contratações de diversas empresas no Brasil e no mundo. Assim, como todos os aspectos da nossa vida, que foram drasticamente afetados, fomos testemunhas de como as empresas foram forçadas a procurar melhores margens de preços e adaptações na forma de trabalho, uma busca contra o tempo sempre de olho no caos que a COVID-19 trouxe.

No entanto, uma tendência que já vinha se consolidando antes de tudo estourar em março de 2020, acabou se sobressaindo e trazendo luz para diversos empreendimentos: a terceirização:

“Em todos os setores foi possível observar que o mercado tomador de serviços terceirizados se tornou uma opção extremamente viável. A desconfiança gerou diversos desligamentos e o empresário não deseja correr riscos frente a prováveis instabilidades do mercado” explica Renato Pádua, Gerente Comercial da CWBem.

Mercado que cresceu e segue expandindo
Há muito ainda a se explorar quando se fala de soluções terceirizadas, sobretudo quando falamos sobre indústria, setor de embalagens, cadeia alimentícia e empresas agrícolas:

“Claro que essa tendência já estava ganhando fôlego antes da pandemia, mas a realidade que vivemos serviu para consolidar e acrescentar fermento nessa receita envolvendo negócios e soluções terceirizadas. As condições adversas, que limitam alguns temas de negócio, serviram para mudar a visão de muitos empreendimentos sobre essa modalidade”

Com o constante abre e fecha de empresas, em que cada estado determinava bandeiras vermelhas e amarelas em diferentes momentos, a missão de manter alguns departamentos funcionando ficou claramente impossível. A terceirização trouxe certo alívio para que empresas mantivessem serviços técnicos com soluções customizadas.
Os números que apontam a tendência de crescimento de serviços terceirizados no Brasil há alguns anos:

“Se olharmos os dados de julho de 2018 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, veremos que 22% dos trabalhadores brasileiros formais atuavam como terceirizados, ou seja, antes da pandemia a terceirização era encarada como uma solução para empresas seguirem operando com crescimento econômico”.

Outro levantamento, feito pelo Transparency Market Research, mostra que serviços como outsourcing, o nome “oficial” da contratação de serviços especializados de terceiros, irá crescer 15% no próximo ano por conta da necessidade de redução de gastos e melhora das operações nas empresas:

“É mais prático para as empresas, uma solução econômica, inclusive na questão de mobilização por não precisar parar a operação para encontrar mão de obra. Terceirização cresceu e esse ritmo tende a acelerar no futuro próximo.” completou Renato.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui