Venda de casas por meio de leilão aumenta mais 60% no Paraná

Aquisição de apartamentos e veículos também cresceram  consideravelmente no primeiro semestre de 2021

A compra de casas por meio de leilão aumentou mais de 60% no primeiro semestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado. As casas mais vendidas foram arrematadas por um valor médio de R$ 180 até R$ 640 mil. A aquisição de apartamentos também aumentou, cerca de 39%, com valor médio de venda de R$ 260 mil. O levantamento é da Kronberg Leilões. Na análise de Helcio Kronberg, leiloeiro público oficial, o aumento ocorreu pela busca de casas durante a pandemia.

“Muitas pessoas perceberam os benefícios do home office, e portanto estão preferindo investir em casas, sobretudo no estado do Paraná. Além disso, a maioria das compras é feita na segunda tentativa de leilão do imóvel, quando ele é oferecido com cerca de 60% de desconto em relação ao valor de mercado e de avaliação. Outro fator é que quem tinha dinheiro para investir decidiu colocá-lo em leilão de imóveis, uma opção mais segura e econômica em relação a outras modalidades de compra. Com a quarentena e a popularização das compras online, investidores que nunca haviam participado de leilões começaram a se interessar, principalmente pela facilidade dos leilões eletrônicos e porque ficaram reclusos em suas casas a fim de manter o distanciamento social”, explica.

Veículos

Ainda de acordo com o levantamento da Kronberg Leilões, o aumento de vendas de veículos também foi significativo, com cerca de 117% a mais do que no primeiro semestre do ano passado. O valor médio de carros vendidos foi de R$ 65 mil.

“Falta produto no mercado, houve valorização de carros usados e os leilões estão sendo disputados”,analisa.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui