Além dos cosméticos, veja o que pode ser feito para tratar acne e potencializar o tratamento tópico

Acredite, o tratamento antiacne pode ser ainda mais eficaz se você adotar algumas estratégias, que incluem a melhora da alimentação e a prática de exercícios físicos

A acne tem causa multifatorial, é altamente influenciada pela genética, mas há muita coisa que você pode fazer a fim de minimizar as lesões e potencializar o tratamento tópico – que é uma das chaves do sucesso contra a inflamação e oleosidade da pele. “Existe uma predisposição genética para acne. Alguns indivíduos apresentam mais acne e inflamação. É comum observar, por exemplo, uma concordância maior de acne em gêmeos, então existe sim uma influência genética bem relevante. E essa influência genética está associada com um processo inflamatório, geralmente por conta do gene TNF-alfa, que está associado com o maior ou menor risco de acne dependendo do genótipo (conjunto de genes que não são modificados naturalmente). No entanto, os hábitos de vida podem modular a expressão desses genes, aumentando ou diminuindo o risco”, afirma o geneticista Dr. Marcelo Sady, Pós-Doutor em Genética e diretor geral Multigene. “Com relação ao tratamento, inicialmente devem ser usados para controlar a inflamação sabonetes calmantes à base de extratos anti-inflamatórios. À noite, podemos prescrever a vitamina A ácida, alternando com um nutritivo adequado à necessidade da paciente. O uso de vitamina C como antioxidante pode ser feito de manhã e, à noite, podemos ainda utilizar ácido salicílico, clindamicina e peróxido de benzoíla”, explica a dermatologista Dra. Patrícia Mafra, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Mas existe muito mais a ser feito: “Nesse sentido, um estilo de vida saudável, cuidando do corpo e tendo momentos felizes, reflete em nosso metabolismo e diretamente na nossa pele”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, membro do American College of LifeStyle Medicine e do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida. Abaixo, consultamos especialistas para saber como tratar a acne – além dos cremes tópicos:

Melhore sua dieta – O excesso de oleosidade na pele pode ser ligado à alimentação, o que pode ser notado em poucas horas ou ter um aumento gradativo de oleosidade que pode levar meses. “O perfil inflamatório no organismo é exacerbado pelo consumo excessivo de açúcares, o que pode desencadear ou agravar doenças inflamatórias na pele como dermatite, acne e psoríase”, explica a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). “Uma dieta desequilibrada, com consumo excessivo de gorduras não saudáveis presentes em alimentos ultraprocessados, gorduras vegetais modificadas, gorduras saturadas de origem animal, frituras de imersão, alimentos pró-inflamatórios como açúcares em geral, doces em excesso, farinhas brancas e refinadas e ainda ingredientes alergênicos como os corantes, aromatizantes e conservantes artificias, todos em excesso desequilibram o organismo, aumentando o perfil inflamatório, também da pele o que geralmente resulta em maior estímulo das glândulas sebáceas”, esclarece a médica nutróloga. “Vários estudos avaliaram a significância do índice glicêmico (velocidade com que os níveis de açúcar aumentam no sangue) de vários alimentos em pacientes com acne. Quem sofre com acne e consome mais alimentos saudáveis como vegetais, folhas verdes, grãos integrais e frutas apresenta lesões acneicas reduzidas em comparação com indivíduos em dietas de alta carga glicêmica (rica em farinha branca, doces, açúcares, massas). O leite e seus derivados (queijo, requeijão) também têm sido um foco de estudo em relação às influências dietéticas sobre a acne; as proteínas do soro do leite (whey protein) podem contribuir mais para o desenvolvimento da acne do que o conteúdo real de gordura ou laticínios”, explica o médico nutrólogo Dr. Juliano Burckhardt, membro Titular da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e da International Colleges for Advancement of Nutrology. O leite tem um índice de insulina muito alto, independentemente do conteúdo de gordura (integral, semi ou desnatado). “Em comparação, o queijo tem um baixo índice de insulina, enquanto o sorvete tem um alto índice de insulina devido ao açúcar adicionado”, diz o Dr. Juliano.

Experimente suplementos – Segundo a farmacêutica Patrícia França, gerente científica da Biotec Dermocosméticos, é comum o quadro de acne também estar relacionado à inflamação no intestino, principalmente pela dieta e estado emocional e nervoso do paciente. “Nesse caso, a suplementação com Fosfolipídeos de Caviar (F.C Oral), rico em ácidos graxos poli-insaturados (PUFA) ômega 3 (DHA e EPA), Astaxantina e vitamina E, atua diminuindo a produção de sebo, por sua ação na glândula sebácea, além de diminuir a inflamação e também formar uma barreira epidérmica íntegra e hidratada, uma vez que a acne e alguns tratamentos sistêmicos promovem um ressecamento da pele e uma perda transepidérmica de água”, explica a farmacêutica, que destaca que a suplementação também pode contar com probióticos orais associados e Glycoxil, um peptídeo que irá auxiliar na diminuição do açúcar no sangue. “Consequentemente, ele atua na redução da hiperinsulinemia, uma das causas relacionadas ao agravamento e a não resposta satisfatória ao tratamento da acne. O consumo exagerado de carboidratos refinados, ricos em açúcar, além de causar acúmulo de gordura, também desregula o metabolismo dos minerais, principalmente magnésio, zinco e selênio agravando o quadro da acne. Nesse sentido, Glycoxil irá auxiliar na restauração do equilíbrio metabólico da glicose, insulina e dos minerais minimizando o processo inflamatório associado à acne”, explica a farmacêutica.

Pratique exercícios físicos – Além de diversos benefícios para a pele, como estímulo de colágeno, aumento da oxigenação e nutrição celular, a atividade física também reduz os níveis de cortisol, o chamado hormônio do estresse. “Um menor nível de estresse diminui o nível de cortisol, o que melhora também a qualidade do sono. Além disso, altos níveis de cortisol podem contribuir para o aparecimento da acne. Por isso a prática é interessante”, diz a Dra. Patrícia Mafra. “Modular o estresse é fundamental para evitar a liberação de mensageiros pró-inflamatórios na pele”, explica a Dra. Beatriz Lassance. Outra forma de controlar o cortisol é por meio de boas práticas de estilo de vida, incluindo mindfullness e meditação, ações que também trazem benefício para a pele. “Mindfullness é estar presente no momento presente, prestando atenção no agora. Fazer uma coisa de cada vez. A prática de mindfullness de certa forma ‘educa’ os pensamentos a aguardarem sua vez. Não é fácil, exige treino constante. A meditação é uma forma de exercitar o mindfullness. A meditação realmente ‘educa’ nosso cérebro a filtrar os pensamentos. Aumenta a capacidade de foco quando executamos atividades diárias, aumenta a eficiência. Tem sido adotada em escolas e equipes esportivas com excelentes resultados”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance.

Tratamentos em consultório – O tratamento contra a acne acaba de ganhar mais um recurso poderoso, principalmente contra a bactéria envolvida no processo de formação das espinhas. É o Derma Shower, a nova ponteira da plataforma Solon, que atua na eliminação das bactérias, auxilia na absorção de ativos dermatológicos, além de melhorar a cicatrização de úlceras, feridas e procedimentos cirúrgicos. “Derma Shower é um plasma que capta o oxigênio do ar ambiente e o transfere para a placa de plasma frio, convertendo o oxigênio em ozônio. O ozônio por si só já possui propriedades bactericidas e bacteriostáticas (impede o crescimento das bactérias), o que colabora para o tratamento da acne”, afirma o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. O tratamento dura 15 minutos, é completamente indolor e traz resultados em um mês. Em contato com a pele, o ozônio inativa micro-organismos como bactérias e fungos e estimula o metabolismo do oxigênio.      O dermatologista Dr. Abdo Salomão enfatiza, ainda, que o ozônio também melhora a absorção de ativos dermatológicos na pele, o que traz benefícios na aplicação de medicamentos secativos e anti-inflamatórios para a pele com acne.

Por fim, os especialistas ressaltam a importância de consultar-se com um médico especialista para adequar o tratamento e lembrar que essas ações são benéficas para diminuir a inflamação e a oleosidade da pele, mas dependem também do tratamento prescrito pelo dermatologista.

FONTES:

*DR. ABDO SALOMÃO JR: Doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário, Dr. Abdo Salomão Jr. ministra aulas nos principais congressos nacionais da especialidade. Além disso, já deu aulas na Austrália, Itália e Coréia do Sul. É uma referência em conhecimento de lasers e tecnologias para fins dermatológicos e estéticos. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior.

*DRA. PATRÍCIA MAFRA: Dermatologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Graduada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (FCM-MG), com estágio em Dermatologia pelo Grupo Santa Casa e acompanhamento do Serviço de Ginecologia e Sexologia do Hospital Mater Dei, Dra. Patrícia Mafra é expert em injetáveis e speaker em eventos nacionais e internacionais, palestrando sobre temas ligados à área de atuação. A dermatologista também foi preceptora de Medicina Estética do Instituto Superior de Medicina (ISMD). https://patriciamafra.com.br/

*DRA. BEATRIZ LASSANCE: Cirurgiã Plástica formada na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e residência em cirurgia plástica na Faculdade de Medicina do ABC. Trabalhou no Onze Lieve Vrouwe Gusthuis – Amsterdam -NL e é Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) e da American Society of Plastic Surgery. Além disso, é membro do American College of LifeStyle Medicine e do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida.

*DRA. MARCELLA GARCEZ: Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN. A médica é Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.

*DR. JULIANO BURCKHARDT: Médico Cardiologista, Geriatra e Nutrólogo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) e da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Especialista também em Clínica Médica, Medicina de Urgência e Ergometria. É membro da American Heart Association e da International Colleges for Advancement of Nutrology. Mestrando pela Universidade Católica Portuguesa, em Portugal. Atua como docente e palestrante nas suas especialidades na graduação e pós-graduação. É diretor médico do V’naia Institute. Diretor Científico Brasil da European Academy of Personalized Medicine. Membro do Corpo Clínico do Hospital Sírio Libanês.

*DR. MARCELO SADY: Pós-doutor em genética com foco em genética toxicológica e humana pela UNESP- Botucatu, o Dr. Marcelo Sady possui mais de 20 anos de experiência na área. Speaker, diretor Geral e Consultor Científico da Multigene, empresa especializada em análise genética e exames de genotipagem, o especialista é professor, orientador e palestrante. Autor de diversos artigos e trabalhos científicos publicados em periódicos especializados, o Dr. Marcelo Sady fez parte do Grupo de Pesquisa Toxigenômica e Nutrigenômica da FMB – Botucatu, além de coordenar e ministrar 19 cursos da Multigene nas áreas de genética toxicológica, genômica, biologia molecular, farmacogenômica e nutrigenômica.

*PATRÍCIA FRANÇA: Farmacêutica e gerente científica da Biotec Dermocosméticos.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui