Brasileiro é finalista no Global Teacher Prize com case inspirado na Aprendizagem Criativa

Membro da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa (RBAC), Greiton Toledo trabalha no Instituto Federal de Goiás, em Ipameri, e seu projeto que associa matemática e pesquisa científica está entre os 50 selecionados de todo o mundo.

Brasileiro é finalista no Global Teacher Prize com case inspirado na Aprendizagem Criativa
Professor Greiton é finalista no Global Teacher Prize Mattics

O professor goiano Greiton Toledo é o finalista brasileiro na edição de 2021 do Global Teacher Prize, considerado o Nobel da Educação. Ele foi selecionado por ter desenvolvido Mattics, iniciativa educacional onde os alunos combinam a matemática e robótica, na criação de dispositivos científico-tecnológicos (jogos digitais e dispositivos robóticos), para ajudar o tratamento de pessoas com Doença de Parkinson, no Hospital do Idoso, em Anápolis (GO), a partir do estímulo entre a parte de coordenação motora, concentração, raciocínio e equilíbrio dos jogadores.

“Nosso trabalho tem contribuído com a aprendizagem da matemática por parte dos nossos alunos, de modo que eles sejam capazes de interpretar e visualizar situações reais, tomar decisões e propor possíveis soluções a partir da disciplina e suas tecnologias, a favor da sociedade”, afirma Greiton.

Greiton é professor no Instituto Federal de Goiás, campus Ipameri, atua como voluntário na Escola Municipal Irmã Catarina, em Senador Canedo, e no Hospital do Idoso (referência no tratamento da Doença de Parkinson), em Anápolis, e é também membro da comunidade da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa (RBAC), tendo participado como fellow do programa “Desafio Aprendizagem Criativa Brasil” em 2017.

Para o diretor da RBAC e pesquisador do MIT Media Lab (EUA), Leo Burd, a conquista de Greiton Toledo mostra que o processo de aprendizagem é extremamente rico quando envolve os alunos em projetos pessoalmente relevantes e de impacto comunitário. “O projeto do Greiton é um exemplo de como os educadores podem possibilitar o aprendizado por meio de práticas atraentes, criativas e mão na massa em prol de melhorias para sociedade”, diz Burd.

No case que foi selecionado para Global Teacher Prize, Greiton se inspirou nos princípios da Aprendizagem Criativa para trabalhar com seus alunos conteúdos curriculares, de forma que eles foram incentivados a questionar ideias intuitivas, criar teorias provisórias de matemática, e a sistematizar conceitos durante a programação dos jogos. Todo o trabalho é acompanhado por cerca de 60 voluntários profissionais da educação, computação, engenharia e da saúde que utilizam em conjunto dispositivos robóticos com sensores e mecanismos desenvolvidos pelos alunos. Segundo esses profissionais, os efeitos da doença são minimizados devido à combinação feita entre medicamentos e sessões de terapia, onde estão inseridas as atividades do Mattics.

A edição deste ano do Global Teacher Prize contou com a participação de mais de 8 mil profissionais de 121 países inscritos no prêmio, que oferece, além do título, 1 milhão de dólares ao vencedor. A premiação se baseia não somente no impacto do trabalho sobre a sociedade, mas também a história de cada inscrito, buscando celebrar atuações extraordinárias e contribuições valiosas para a profissão e a educação como um todo.

Sobre a Fundação Lemann

A Fundação Lemann acredita que um Brasil feito por todos e para todos é um Brasil que acredita no seu maior potencial: gente. Isso só acontece com educação de qualidade e com o apoio a pessoas que querem resolver os grandes desafios sociais do país. Nós realizamos projetos ao lado de professores, gestores escolares, secretarias de educação e governos por uma aprendizagem de qualidade. Também apoiamos centenas de talentos, lideranças e organizações que trabalham pela transformação social. Tudo para ajudar a construir um país mais justo, inclusivo e avançado. Saiba mais em: fundacaolemann.org.br. Siga-nos nas redes: Twitter, Instagram, Facebook e LinkedIn

Sobre a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa

A Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa (RBAC) é um movimento de educadores, artistas, pais, pesquisadores, empreendedores, alunos e organizações que promovem práticas educacionais mais mão na massa, criativas e relevantes para crianças e jovens de todo o país.  Por meio de festivais, oficinas, programas de fellowships, encontros regionais, recursos pedagógicos e discussões online, a RBAC provê um ambiente propício para a criação e a vivência da aprendizagem criativa de forma relevante e sustentável nas diferentes regiões do Brasil desde 2015. Conheça a Rede em: aprendizagemcriativa.org. Site Dia do Mão na Massa em: aprendizagemcriativa.org/maonamassa

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui