Candidatos da chapa de oposição Algo Novo apresentam propostas a advogados de Pinhais neste sábado, 16/10

Valorização da Advocacia, política de descontos da anuidade e melhor aplicação dos recursos da entidade serão temas de discussão

Thais Takahashi e Marcelo Trindade, da Chapa Alvo Novo

A campanha da Chapa Alvo Novo visando as eleições de 25 novembro da OAB-PR segue a todo vapor. Após rodar boa parte do interior do Paraná, os candidatos a presidente e vice da chapa, Marcelo Trindade e Thais Takahashi, estarão neste sábado, dia 16/10, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, conversando com advogados do município sobre as propostas que pretendem implantar na entidade. O encontro está marcado para às 16h na Cervejaria Way – Rua Pérola, 331, bairro Emiliano Perneta.

Em pauta, temas de interesse dos profissionais, como política de descontos na anuidade da OAB-PR, valorização da Advocacia e melhor aplicação dos recursos da entidade. Apesar das dificuldades enfrentadas durante a pandemia de Covid 19, a OAB/PR teve um superavit de R$ 9,5 milhões, conforme prestação de contas da própria entidade. No entanto, a advocacia iniciante praticamente não contou com o apoio da Ordem para lidar com as dificuldades impostas pelas mudanças no ambiente profissional. “No momento em que mais precisaram, os advogados em início de carreira não tiveram qualquer ajuda da direção da OAB. Isso mesmo com a entidade apresentando um superávit fantástico. Essas questões precisam ser revistas com urgência”, critica Marcelo.

Outro ponto a ser discutido com a classe é a alternância de poder, necessária para a oxigenação das ideias e da metodologia de trabalho implantada na entidade. “O mesmo grupo está no comando da OAB há mais de meio século. São 50 anos com as mesmas pessoas, as mesmas ideias. É fato que isto gera uma certa acomodação, e isto tornou a atual direção insensível com as demandas da categoria. A Algo Novo se propõe a inverter prioridades e enfrentar de frente a fragilização que a Advocacia vem sofrendo, coisa que a atual diretoria não está fazendo”, afirma Marcelo.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui