Em novo formato, Festival Digital Palco Giratório apresenta espetáculos até 16 de outubro

17 apresentações serão exibidas ao vivo pelo canal do Youtube Sesc Brasil

Com foco na valorização da cultura e dos grupos de artes cênicas do país, o Sesc retorna este ano com o projeto Palco Giratório, mas agora com novo modelo: o Festival Digital Palco Giratório. A 23ª edição tem início no dia 30 de setembro e serão 17 transmissões ao vivo dos espetáculos, pelo canal do Youtube Sesc Brasil. Elas vão substituir o circuito que, antes da pandemia, rodava o país de forma presencial. Os espetáculos são dos grupos selecionados para a edição de 2020.

O grande diferencial deste ano é a forma de construção da programação. Os espetáculos serão realizados presencialmente nos teatros do Sesc nos estados (sem público) e transmitidos para todo o Brasil.  Se por um lado o artista não terá contato físico com a plateia, em função da necessidade de isolamento social, por outro, as transmissões vão dar a oportunidade dos grupos ampliarem sua visibilidade e serem vistos por um público muito maior, pois a plateia poderá estar em todos os lugares ou regiões do país.

Os espetáculos foram selecionados por uma curadoria nacional e permanecerão nos canais da Instituição até janeiro de 2022. Entre as apresentações do Festival Digital Palco Giratório estão os espetáculos de grupos como Grace Passô, Cia Lumiato, Lume Teatro, Cia Nós No Bambu, Grupo Bagaceira de Teatro.

Além das 17 transmissões ao vivo pelo canal do Youtube Sesc Brasil, o Palco Giratório contemplará 190 horas de oficinas, 97 debates (pensamentos giratórios) e 132 intercâmbios, todos em modo remoto e relacionados aos 17 espetáculos do circuito nacional. Serão disponibilizadas também 131 apresentações de grupos regionais, que ficarão disponíveis até novembro, também de forma online.

“A nossa expectativa é promover a conexão entre os meios digitais de difusão da cultura em ações locais, porque ainda temos medidas de isolamento em muitas cidades. Temos certeza de que o projeto vai dinamizar diversos setores da economia criativa, gerando trabalho e renda para as pessoas que impulsionam as artes cênicas no país, sobretudo neste momento de crise, ampliando ainda mais o papel social do Sesc.  Oferecer à sociedade uma programação totalmente renovada ajuda a dar visibilidade àqueles trabalhos que se destacaram durante o ano pela qualidade técnica e pela capacidade de expressar questões contemporâneas”, explica Raphael Vianna, analista de artes cênicas do Departamento Nacional do Sesc.

Reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das artes cênicas desde 1998, o Palco Giratório intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros e promove a troca de experiências por meio de uma vasta programação.  Este ano, artistas e públicos de diferentes regiões do País estarão conectados em salas virtuais para dialogar sobre essa história.

A realização do Palco Giratório neste formato digital demonstra a força do projeto como uma política inovadora e pluralista de incentivo às artes cênicas, profundamente impactadas pela pandemia no Brasil. Neste ano, mesmo reconhecendo a perda do valor presencial das ações, a expectativa é conquistar um número maior de espectadores a partir da ampliação de acesso gerada pela transmissão via internet.

O Sesc PR preparou um hotsite com toda a programação do evento. Confira a programação:

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui