Millenials estão optando por lifting cirúrgico de sobrancelhas no lugar de procedimentos injetáveis

Fatores como influência de celebridades, uso de máscara e maior utilização de redes sociais durante a pandemia contribuíram para o aumento da popularidade do Brow Lift entre pacientes cada vez mais jovens.

Brow Lift

O lifting cirúrgico das sobrancelhas, também conhecido como Brow Lift, é uma técnica bastante buscada já há algum tempo por pessoas mais velhas que desejam tratar a queda das sobrancelhas que ocorre naturalmente com o passar dos anos, o que pode conferir um aspecto envelhecido e preocupado à face. No entanto, recentemente, a técnica tem ganhado grande popularidade entre uma geração mais jovem: os millenials. Cirurgiões plásticos estão notando pacientes cada vez mais jovens, por volta dos 20/30 anos, que chegam ao consultório médico procurando pelo famoso Brow Lift, ainda que não apresentem sinais da idade na região ou queda significativa das sobrancelhas. E, de acordo com o cirurgião plástico Dr. Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a pandemia influenciou muito nesse cenário. “Por exemplo, o uso das máscaras de proteção, indispensáveis no controle da pandemia, fizeram com que todos nós voltássemos a atenção para o terço superior da face, o que fez com que não apenas o Brow Lift, mas uma série de outros procedimentos na região, ganhassem popularidade durante esse período”, destaca.

O aumento na popularidade do Brow Lift entre os millenials também se deve à realização do procedimento por celebridades e influencers idolatrados por essa geração mais nova, como as modelos Bella Hadid e Kylie Jenner. “Com a pandemia, estamos muito mais conectados às redes sociais e, consequentemente, muito mais suscetíveis a sermos influenciados pelas imagens das celebridades”, afirma o médico. “Além disso, com as mídias digitais e as selfies, as pessoas, principalmente o público mais jovem, estão constantemente se avaliando e procurando ‘defeitos’ na aparência que podem ser melhorados. Elas querem se tornar mais bonitas, mesmo com as máscaras, para ficarem melhor nas fotos e postarem em suas mídias”, completa.

Porém, ainda mais surpreendente do que a idade dos pacientes que estão buscando o Brow Lift, é o fato de que os millenials estão preferindo optar logo de vez pela opção cirúrgica ao invés de realizarem procedimentos injetáveis, como a aplicação de toxina botulínica na região. “Ao paralisar o músculo, a toxina botulínica é capaz de elevar as sobrancelhas e reduzir os sinais da idade na região com efeito semelhante ao Brow Lift. Na maioria dos casos, essa é a opção escolhida pelos pacientes de primeira viagem, que, ao ficarem insatisfeitos com os resultados ou desejarem um efeito permanente, retornam ao consultório buscando pela intervenção cirúrgica”, explica o cirurgião plástico. “A diferença agora é que não é incomum que pacientes mais jovens cheguem ao consultório já pedindo pelo lifting cirúrgico da sobrancelha, mesmo sem nunca terem experimentado a aplicação dos injetáveis. Isso porque muitos deles estão impacientes e não gostam da ideia de repetir tratamentos. Eles desejam satisfação imediata e resultados duradouros. E, ainda que realizem o tratamento injetável sob recomendação do cirurgião plástico de forma a terem uma ideia de como será o resultado da cirurgia, não demora para que retornem ao consultório pedindo pela solução definitiva.”

É interessante notar ainda que esse fenômeno é exclusivo ao Brow Lift, visto que para outras finalidades, como para aumentar os lábios, os pacientes mais jovens ainda preferem optar pelas opções não cirúrgicas, como o preenchimento labial. “Isso talvez se deva ao fato de a cirurgia de lifting das sobrancelhas não ser tão desanimadora para o paciente quanto algumas outras, principalmente porque as incisões não são realizadas na face, mas sim seguindo a linha do cabelo, o que faz com que fiquem mais escondidas”, sugere o Dr Paolo.

No entanto, o cirurgião plástico faz uma ressalva quanto a realização desse tipo de procedimento com finalidade puramente estética em pacientes muito jovens, pois nunca é uma boa ideia se apressar e enxergar a cirurgia plástica como primeira e única opção, principalmente nessa idade. “Por isso, é importante que o paciente converse bastante com o cirurgião e entenda todas as possibilidades disponíveis para alcançar o resultado desejado, seja por meio de tratamentos injetáveis ou intervenções cirúrgicas. Caso a opção seja pela cirurgia, é dever do cirurgião verificar se o paciente é um bom candidato para o procedimento, certificando-se de que ele está procurando o tratamento pelos motivos certos e é emocionalmente maduro para lidar com o estresse de todo o processo, desde anestesia e cicatrização até possíveis complicações”, ressalta o cirurgião.

Entenda o procedimento – Segundo o especialista, o Brow Lift é realizado através de pequenas incisões feitas no couro cabeludo, sob o efeito de anestesia geral combinada com a local, que permitem a passagem dos instrumentos e acesso a região frontal. “Dessa forma, conseguimos tratar toda a musculatura e pele da região da testa para reposicionar a sobrancelha e reduzir os sinais da idade. O processo dura cerca de uma a duas horas”, afirma.

Como acontece em toda cirurgia, antes do procedimento o paciente deve realizar exames pré-operatórios e passar por uma análise de risco cirúrgico-cardiológico. “Além disso, o cirurgião fornecerá instruções que devem ser seguidas antes da cirurgia, como cessar o fumo com pelo menos 4 semanas de antecedência, limitar o consumo de álcool e medicamentos – principalmente os que aumentam os riscos de sangramento – e se hidratar bastante”, esclarece o cirurgião

Quanto ao pós-operatório, o cirurgião indicará o tempo necessário para que você possa retornar ao seu nível normal de atividade e trabalho, que, geralmente, é de 2 semanas. “Algumas recomendações comuns durante esse período incluem aplicar compressas frias no local para diminuir o inchaço e dormir com a cabeça elevada por cerca de uma semana. É importante também que o paciente retorne ao médico no período indicado pelo especialista para que possa ser feita uma avaliação sobre o estado da cicatrização da cirurgia. Porém, o mais importante para que todo o processo ocorra com segurança e traga bons resultados é escolher um cirurgião plástico experiente e de confiança, que, impreterivelmente, deve ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica”, finaliza o Dr Paolo Rubez.

FONTES: PAOLO RUBEZ – Cirurgião plástico, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS) e da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), Dr. Paolo Rubez é Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. O médico é especialista em Cirurgia de Enxaqueca pela Case Western University, com o Dr Bahman Guyuron (em Cleveland – EUA) e em Rinoplastia Estética e Reparadora, pela mesma Universidade e pela Escola Paulista de Medicina/UNIFESP. http://drpaolorubez.com.br/

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui