Bienal resgata exposições nas redes sociais e indica mostras presenciais

Destaques internacionais e nacionais das artes ganham as redes da Bienal On-Line, durante a programação de novembro. As exposições realizadas presencialmente na 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba são revisitadas com os posts, incluindo ainda informações sobre os artistas e explicações dos curadores sobre a relevância dos trabalhos. Durante o mês, o Instagram @bienaldecuritiba apresentará de forma gratuita os registros da edição, replicados no Facebook www.facebook.com/bienaldecuritiba.

A Bienal On-Line funciona como uma extensão da 14ª edição da Bienal de Curitiba, iniciada em 2019. Explorando os meios digitais, as ações em redes sociais vem ocorrendo desde março desse ano, como forma de manter o ideal de democratização do acesso à arte durante o período de recolhimento imposto pelo combate à Covid-19. Depois de ter apresentado variados temas, da fotografia e literatura até arquitetura e videoarte, o evento agora resgata as mostras que ocorreram presencialmente na programação da Bienal.

Imagens das obras e dos salões onde foram expostas ampliam a experiência digital. Exposições que aconteceram em outras cidades, como Florianópolis, podem ser aproveitadas pelos curitibanos, assim como as pessoas de fora da capital paranaense ganham agora a possibilidade de acompanhar um pouco da produção de destaque da Bienal. A 14ª edição teve como tema “Fronteiras em Aberto”, valorizando o diálogo entre nações e etnias – o que ganha potência na versão on-line. Já é possível conferir no perfil do evento obras do artista chinês Lu Zhengyuan (expostas na mostra Relações Humanas/Territoriais) e do carioca Jan M.O (que participou da chamada aberta e foi exposto no Museu de Arte de Santa Catarina).

A programação inclui ainda dicas de espaços na capital paranaense que já estão realizando eventos presenciais e outras exposições virtuais. Chamada de Bienal Indica, a ação divulga e celebra as artes, nesse momento em que reuniões presenciais estão voltando a ser realizadas com segurança. Outro destaque de novembro é a participação especial da artista Karina Amadori, que apresenta sua exposição individual “Janela Artista Paranaense”, realizada no Museu Paranaense.

Sobre a Bienal On-line

 

A Bienal On-line, uma ação de extensão da 14ª Bienal de Arte Contemporânea de Curitiba, Paraná, tem como objetivo levar ao maior número possível de pessoas conteúdos de qualidade sobre artes visuais, arquitetura, design, literatura e cinema, expandindo o formato presencial do evento diretamente para os celulares, computadores e casas da população. A proposta principal é seguir fomentando a cultura, formando públicos plurais e proporcionando experiências estéticas adaptadas ao nosso atual contexto. A cada mês, até dezembro de 2021, um tema diferente guiará as ações.

 

A Bienal On-line tem patrocínio da Farmacêutica EMS, Eletrobras Furnas, Copel, Kinea e Neodent, com apoio do Grupo SC, Copel, Bergerson, BRDE e Fomento Paraná. Incentivo do Governo Estadual do Paraná – Secretaria da Comunicação Social e da Cultura e do PROFICE – Programa de Incentivo à Cultura. A realização é da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal de Curitiba, Governo do Estado do Paraná – Secretaria da Comunicação Social e da Cultura, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal – Brasil.

 

A programação de novembro da Bienal On-Line está disponível nas redes sociais do evento, no Instagram @bienaldecuritiba e no Facebook www.facebook.com/bienaldecuritiba. Mais informações: www.bienaldecuritiba.com.br.

 

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui