Fundadora da Aliança contra Hanseníase é homenageada no Prêmio Bacurau

Contribuindo para trazer soluções no avanço da reabilitação de pessoas com sequelas físicas causadas pela hanseníase, a Dra. Laila de Laguiche, fundadora e hansenologista do Instituto Aliança contra Hanseníase (AAL, na sigla em inglês – Alliance Against Leprosy), foi homenageada no Prêmio Bacurau, entregue pelo Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan).

“Com esse reconhecimento e com nosso empenho em olhar sempre para os mesmos objetivos na luta contra a hanseníase no Brasil,  fico muito honrada em receber esse troféu, que não é só meu, mas de toda a nossa equipe. Muito obrigada”, afirmou Dra. Laila durante a transmissão do Prêmio.

O Prêmio Bacurau foi realizado no último domingo, dia 31 de outubro, no formato on-line, e homenageou personalidades de expressão que contribuíram nos últimos anos para a luta contra a hanseníase e a discriminação de pessoas atingidas pela doença. Para assistir a premiação completa, acesse o canal do Morhan no YouTube, pelo link https://bit.ly/3EK29Ye.

Sobre o Troféu Bacurau

O Troféu Bacurau foi idealizado em homenagem a Francisco Augusto Vieira Nunes, o Bacurau, idealizador do Morhan. O movimento foi criado em 1981, em Bauru (SP), onde intensificou as discussões sobre as condições de vida das pessoas atingidas pela hanseníase. Fundou o Morhan em Rio Branco (AC) e passou a viajar para fundar o movimento em outros estados e dar palestras sobre a luta contra o preconceito. Em 1990, recebeu o Prêmio Internacional de Associação Amigos de Raoul Follereau de Savana, na Itália.

Instituto Aliança contra Hanseníase

Com sede em Curitiba (PR) e projeção internacional, o Instituto Aliança contra Hanseníase é uma associação sem fins lucrativos que une ciência, educação e filantropia no combate à hanseníase. O Instituto AAL foi fundado pela dermatologista e hansenologista Dra. Laila de Laguiche, profissional com 20 anos de experiência na área, pós-graduada em Saúde Internacional e Doenças Tropicais pelo Instituto de Medicina Tropical da Antuérpia (Bélgica). Já atuou como representante da regional Sul e Relações Internacionais da Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH). A entidade ainda conta com uma equipe de conselheiros formada por grandes referências em hansenologia no Brasil e na América Latina. Mais informações, acesse www.allianceagainstleprosy.org

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui