GPTW: Uninter é uma das cinco melhores empresas para se trabalhar no Paraná

O reconhecimento foi anunciado pelo Great Place To Work 2021 em evento online nesta quinta-feira (4)

Wilson Picler, presidente e fundador da Uninter, afirma que este é um reconhecimento aos 25 anos de história do grupo que vem sendo aperfeiçoado até hoje

O Grupo Uninter foi reconhecido pelo Great Place To Work Institute (GPTWI) como a quinta melhor empresa para se trabalhar no Paraná no ano de 2021. Esta é a 12ª edição do ranking no estado e os finalistas foram anunciados nesta quinta-feira (4) em um evento online.

Cerca de 300 empresas concorreram ao ranking e 100 foram premiadas. As categorias foram divididas em empresas de grande, médio e pequeno porte. A Uninter está na categoria empresa de grande porte, com mais de mil funcionários.

O GPTWI tem como propósito reconhecer empresas que possuem um ambiente considerado de excelência para se trabalhar, validando as ações de engajamento junto aos colaboradores. A avaliação é realizada anualmente em mais de 90 países e leva em consideração inúmeros critérios de análise, como o nível de confiança dos funcionários, oportunidades de desenvolvimento profissional, respeito, diversidade, boas práticas culturais, entre outros aspectos.

Na pesquisa de engajamento com os seus colaboradores, a Uninter conquistou 86% de satisfação geral e 91% no quesito orgulho.

Ter uma cultura organizacional que coloca os colaboradores na condição de protagonistas, somado à paixão por transformar pessoas por meio da educação, foram os pilares dessa conquista, segundo o Gerente Corporativo de Gestão de Pessoas da Uninter, Joel Ziemann Ferruci.

“Esta conquista representa muito a todos nós. Temos orgulho, principalmente, pelo fato dos nossos colaboradores aprovarem as práticas de gestão de pessoas e a cultura organizacional, com o ser humano sendo o centro de tudo. O nosso compromisso é propiciar um ambiente de trabalho saudável, inclusivo, diverso e com oportunidades de crescimento”, afirma Ferruci.

Para o professor Wilson Picler, presidente e fundador da Uninter, este é um reconhecimento aos 25 anos de história do grupo que vem sendo aperfeiçoado até hoje. “Ninguém faz nada sozinho. Por isso, agradeço primeiramente aos nossos valores humanos que fazem a Uninter ser o que é hoje. Somos todos apaixonados por transformar a vida das pessoas e esse é o nosso legado para sociedade. Nesse sentido, quando conseguimos promover um ambiente qualificado, com colaboradores motivados, quem ganha são os alunos e fornecedores que recebem um atendimento com mais empatia, compreensão e eficácia. Por isso meu muito obrigado a todos os nossos funcionários e alunos”, completa.

 

Como a Uninter vem cuidando das suas pessoas na pandemia, com alto engajamento e resultados expressivos para o negócio

Desde março de 2020, quando o Brasil declarou a transmissão comunitária pelo novo coronavírus no país, muitas empresas fecharam suas portas e adotaram o trabalho em home office. Surgia aí um grande desafio para o mercado, preservar a saúde de seus trabalhadores e, ao mesmo tempo, mantê-los engajados em suas tarefas.

Algumas empresas agiram rapidamente, desenvolveram novos processos e conseguiram se destacar mesmo em meio a tantas incertezas. Este é o caso da Uninter, que em agosto de 2021 já havia recebido o selo de certificação do GPTW nacional.

Desde o início das atividades em teletrabalho, a Uninter disponibilizou todos os recursos necessários para que 100% de sua equipe realizasse o trabalho de suas casas, com total conforto e segurança. Ainda segundo Ferruci, todos os benefícios e ajudas de custos que recebiam no trabalho presencial foram mantidos.

Um amplo e eficaz processo de comunicação foi estruturado, mantendo clareza e objetividade entre as equipes. Em quase dois anos de trabalho remoto, reuniões e encontros virtuais periódicos tem sido o centro desta comunicação eficaz.

O cuidado com a saúde também foi priorizado. “Intensificamos ações para cuidar e tratar da saúde emocional, tão prejudicada nesses meses de pandemia. Disponibilizamos atenção especial a todos os colaboradores acometidos pela Covid-19, com suporte de médicos especializados e técnicos de enfermagem. Adotamos protocolos rigorosos e eficazes em todas as nossas unidades e campi, visando sempre o bem-estar dos colaboradores, alunos e parceiros”, conclui o gerente.

 

O que levou a esta conquista

– Um ambiente que estimula o crescimento pessoal e profissional, com a oferta de bolsas de estudo para colaboradores e familiares.

– Grande parte das vagas são preenchidas por recrutamento interno, sendo está a primeira opção antes de lançar a vaga ao mercado em busca de profissionais.

– As pessoas são continuamente provocadas a trazerem ideias para melhorias e para inovação.

– Comunicação clara e assertiva com todos os níveis da organização, com o objetivo de mostrar a direção que deve ser seguida, além dos valores que devem ser praticados.

– O exemplo de uma liderança inspiradora e humanizada na Uninter vem de cima, pelos próprios acionistas, e praticado por todos os demais gestores.

– Uma empresa cumpridora dos seus deveres e responsabilidades, adequada a todas as legislações pertinentes ao negócio, com Compliance e LGPD (Segurança da Informação) atuantes, entendidos e praticados por todos.

– Respeitar a diversidade e garantir oportunidades iguais a todas as pessoas, não importando o seu gênero, raça, religião, orientação política ou sexual, deficiência, idade ou qualquer outra condição.

– Sensibilidade às necessidades e carências da sociedade, atuando em projetos sociais, campanhas solidárias e similares, por meio do Instituto de Responsabilidade Social IBGPEX e pela Fundação Wilson Picler.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

  1. O que não foi falado na matéria é que a Uninter mandou MUITA GENTE embora no inicio de 2020 e essa saúde dos trabalhadores não ocorreu. Ela é uma empresa legal para se trabalhar, porém, não é bem assim! Lá rola um puxasaquismo de primeira. As pessoas que trabalham no operacional dos Estúdios no Barigui, que é uma molecada amadora inclusive, não tem experiência técnica nenhuma no que trabalham e que não entendem nada.
    Há uma grande falta de respeito com os profissionais que lá trabalham.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui