Maior painel urbano do Sul do país está sendo pintado em Curitiba

A arte de 2100 metros quadrados está mudando a paisagem da região do Champagnat

Maior painel urbano do Sul do país está sendo pintado em CuritibaUma enorme obra de arte está ganhando forma e chamando a atenção de quem passa pela rua Martim Afonso em Curitiba. As folhas verdes e o azul celeste estão quebrando a monotonia do que antes era apenas um paredão de concreto. Com 41 metros de altura e 68 metros de largura, o maior painel urbano do sul do país já surpreende e muda o cenário local.

Idealizado pela Incorporadora GT Building, a obra tem o objetivo de melhorar a paisagem local e proporcionar uma visão de natureza e aconchego em meio aos prédios. A pintura está sendo feita pelos artistas plásticos Renê Muniz e Thiago Pessoa, que estão trabalhando há mais de 15 dias pendurados em andaimes. De longe, eles são apenas um pontinho dentro da grandiosidade do painel. “Além da altura e dos desafios de uma grande obra, estamos tendo que enfrentar dias muito úmidos, que atrapalham um pouco o desenvolvimento dos trabalhos”, explica Renê. Ele disse ainda que, mesmo com condições climáticas não tão boas, o painel deve estar pronto até fim do mês.

Para a execução do desenho foi preciso uma grande estrutura: andaimes suspensos, treinamento para trabalho em altura e todo o equipamento de segurança, que inclui cintos, freios, capacetes e luvas. Além disso, um projetor noturno é usado para ampliar o desenho na superfície.  Thiago Pessoa, o artista curitibano envolvido no projeto, explica que apesar da alta capacidade do equipamento, serão necessárias duas etapas para conseguir ampliar o desenho na área total da parede. “É um trabalho pesado, temos que subir e descer dos andaimes várias vezes por dia para analisar a proporção e ver se o desenho está saindo como o esperado”, comenta.

Os artistas têm trabalhado de 10 a 12 horas por dia e contam com a ajuda de dois auxiliares.  Eles utilizam trinchas, rolos e spray para dar conta de tantos metros quadrados de pintura. No total, vão ser utilizados mais de 500 litros de tinta acrílica.

Impacto visual e social

O mural urbano está sendo feito na parede dos fundos do Edifício Vitória. O prédio de 31 anos tem 108 apartamentos e mais de 200 moradores.  “Estamos felizes em poder ser a tela do maior mural artístico do Sul do país, é algo que vai embelezar nosso bairro e, com certeza, ganhos para todos”, relata o síndico do edifício Fábio Sevscuec.

A obra, além de mudar totalmente a paisagem urbana da região, vai trazer benefícios para os condôminos do Edifício Vitória e para os moradores do bairro. “Esse é o DNA da GT Building, transformar espaços para que as pessoas vivam melhor. Todos nossos empreendimentos têm algo que surpreende e encanta os moradores, aqui além desse maravilhoso painel, que vai integrar também esse nosso empreendimento – o Casa Milano, que também será um marco na cidade” diz João Alfredo Thomé, diretor da GT.

Ficou curioso? Então acompanhe o trabalho dos artistas. O melhor ponto de visão do mural é pela Rua Martim Afonso, 2888, onde tem o plantão Casa Milano, empreendimento da GT Building.

Sobre os artistas

Thiago Pessoa

Mora em Curitiba, típico arteiro. Por isso, é difícil definir quando as peripécias viraram arte. Talvez tenha sido pintando as primeiras pranchas para os amigos.

Era nítida a evolução e gosto que tinha em fazer suas caveiras carismáticas, cada vez mais elaboradas e com diferentes técnicas, formas e cores transmitia igualdade.

Tornou-se assim sua marca registrada, ganhou mais confiança e escalas maiores. Mas entender como corpo funciona de dentro para fora, os esqueletos levaram seus estudos para aprimorar a técnica do realismo onde atualmente está mergulhado.

O Thiago (Ceará) que tem esse apelido por ser filho de cearense e não nega ao ligar um forró para se inspirar, sempre aceita novos projetos, independente se for sua jaqueta preferida, seu novo escritório ou até mesmo sua pele ele vai passar por lá deixar ainda mais único.

https://www.cearart.com/

Renê Muniz

Natural de São Bernardo do Campo, São Paulo, teve seu primeiro contato com a Street Art na década de 90. Começou a carreira pintando muros e decorando ambientes. Foi assim que percebeu que poderia manifestar sua criatividade e seus sentimentos em seus desenhos

Aos 15 anos recebeu sua primeira encomenda artística e desde então tem a arte como profissão e estilo de vida.

Hoje em dia atua em pintura, produção e apoio a desenvolvimento artísticos voltados para murais de grande escala. Desenvolve projetos para marcas, empresas e ações sociais.

https://www.instagram.com/renemunizmo

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui