Projeto cria moeda e leva prática do mercado financeiro para sala de aula

Uma moeda própria, a Opetax, equivalente a R$1, é a nova ferramenta de estudo dos alunos do Centro Universitário UniOpet. Com esse dinheiro fictício, os estudantes estão vivendo com muito realismo a prática do mercado financeiro dentro da sala de aula, aprendendo com aplicações tanto para investimentos pessoais, quanto para atuação profissional. Esse é o objetivo do projeto Opetax, para alunos do quinto período dos cursos de Administração e Ciências Contábeis do Centro Universitário UniOpet, que foi concluído na última semana.

“Nossos alunos do UniOpet têm uma moeda própria para aprender sobre o mercado de capitais, o OPETAX (OPTx, que equivale a um real). Dentro dos objetivos da instituição, de trazer as práticas de mercado para sala de aula, nós organizamos os alunos em equipes que receberam, cada uma, a quantia de 300 mil OPTx. Esse montante deve ser investido no mercado financeiro, com apresentação dos resultados a cada 30 dias. Em cada apresentação, são acrescentados ao resultado OPTx 50 mil”, conta a professora Silmara Kowalski, do curso de Administração e Ciências Contábeis do UniOpet.

Um dos grupos, dos alunos Tiago Aparecido Gonçalves, José Tomás Calunga e Aline Vitória Boese Kirch, decidiu investir seu montante em CDBS (Certificados de Depósito Bancário) e Tesouro Direto. “Após estudos sobre os melhores investimentos, optamos por esses investimentos e concluímos que foi uma boa escolha. O trabalho foi de grande importância para o nosso aprofundamento nesse tema, pois nos permitiu compreender melhor como investir nosso dinheiro e quais os melhores investimentos”, conta Tiago Gonçalves.

Já o grupo de Elaine Cristina de Souza, Maria Eduarda Oliveira, Nadir Naomi Hirata, Priscila Dittmann e Silvia Santana Gato investiu 85% do valor em Tesouro Direto (35% Tesouro Selic 2024, 25% Tesouro Prefixado 2024 e 25% – Tesouro IPCA+2026) e 15% em LCI (Letra de Crédito Imobiliário).

Palestra com o especialista Guilherme Miranda, banker senior do Banco Modal

“Fizemos inicialmente dois tipos de investimentos mais conservadores para as melhores aplicações para a moeda fictícia OPETAX, gerando uma rentabilidade total de R$ 1.658,91 (considerando 30 dias). Num segundo momento, foi acrescido R$ 50 mil no montante de R$ 301.658,91, gerando um total de R$ 351.698,91. A gente mantém os primeiros investimentos e acrescenta dois novos, como a Bolsa de Valores e os Fundos Imobilizados, investimentos em renda variável. O grupo se identificou mais com o perfil conservador, pois sentimos mais segurança em aplicar o dinheiro. Fica claro também que, para se obter ganhos mais significativos é necessário ter objetivos de longo prazo”, detalha Silvia Gato.

Ao final do projeto, os alunos assistiram a uma palestra do especialista Guilherme Miranda de Souza, banker sênior do Banco Modal, especializado em finanças internacionais pela Universidade Politécnica da Catalunha (Espanha). “Entre as dicas do especialista sobre o mercado financeiro e expectativas para 2022 estão a cautela nas aplicações, pois estaremos em ano eleitoral e os juros podem se alterar algumas vezes no mercado afetando os investimentos; montar um portfólio de investimentos mais cauteloso e com olhar em ações de empresas que se perpetuam e têm credibilidade de mercado; previsão do fechamento do dólar em 2021 aproximadamente U$5,5 e, para 2022, em U$ 5,70; investir em títulos pré-fixados para dois a cinco anos; investir em empresas via debêntures. E em ações de empresas de tecnologia como Zoom e Microsoft”.

Mercado de capitais

A professora destaca que a moeda OPTx poderá ser usada em outros semestres, enfatizando as competências contempladas no projeto Opetax:

  • Compreender conceitos sobre o Mercado Financeiro e de Capitais no Brasil, sua estrutura, funcionamento e seu papel no processo de desenvolvimento econômico.
  • Conhecer noções de economia e suas relações com o mercado financeiro.
  • Desenvolver conhecimentos sobre o funcionamento do mercado financeiro.
  • Entender as operações com títulos das instituições financeiras e títulos públicos.
  • Desenvolver a habilidade de aplicação dos cálculos e medidas dos principais indicadores do mercado financeiro.
  • Desenvolver conhecimentos sobre o funcionamento do mercado de renda fixa e variável.
  • Compreender a importância do mundo digital, na análise e decisão de investimentos.

“Alguns dos temas principais envolvidos neste projeto são o uso de metodologias ativas, a compreensão do conceito de análise econômica financeira, para o melhor desempenho da vida pessoal e profissional; a avaliação de riscos de mercado e a importância de aliar a teoria à prática; o trabalho em equipe, reconhecendo e valorizando as diferenças individuais e mobilizando as pessoas para alcançar objetivos comuns”, destaca a professora Silmara.

As inscrições para o vestibular UniOpet estão abertas pelo site.

Sobre‌ ‌o‌ ‌UniOpet‌

O‌ ‌Centro‌ ‌Universitário‌ ‌UniOpet‌ ‌tem‌ ‌a‌ ‌sua‌ ‌formação‌ ‌apoiada‌ ‌na‌ ‌experiência‌ ‌de‌ 48 ‌anos‌ ‌de‌ ‌ensino‌ ‌do‌ ‌Grupo‌ ‌Educacional Opet, cujo‌ ‌pioneirismo‌ ‌e‌ ‌‌espírito‌ ‌empreendedor‌ no Paraná ‌são‌ ‌características‌ ‌marcantes‌ e ‌fazem‌ ‌parte‌ ‌do‌ seu ‌DNA‌.‌ ‌ Em dois campi (Centro Cívico e Rebouças), com 37 cursos de graduação nas modalidades presencial, semipresencial e EAD, e 33 cursos de pós-graduação, o‌ ‌trabalho‌ ‌do‌ ‌UniOpet é dedicado à formação de profissionais para o mercado de trabalho, indo além do ensino, com enfoque na empregabilidade de seus estudantes. Nossa missão é oferecer a “Preparação para transformar o seu mundo, e o nosso” por meio de uma educação de qualidade, alinhada à realidade do mercado e atenta à prática profissional.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui