Qual diferencial sua empresa de vigilância entrega ao cliente?

O mundo é baseado em bom atendimento e serviços de qualidade e claro, muita prova social. Ter aquele diferencial competitivo melhora qualquer posicionamento e faz seus clientes preferirem sua marca ao invés da concorrência. Trazendo este conceito para o setor de segurança, o que diferencia sua empresa?

Em resumo, há uma diferença clara entre oferecer “promessa” de atendimento e “provas de atendimento”

Na promessa, o mais comum do mercado, a empresa é contratada para cobrir determinado período com SLA específica e o cliente “confia” que a promessa está sendo cumprida e seu patrimônio está seguro.

Na prova de atendimento, bem mais raro entre as empresas de vigilância, há a entrega de relatórios e provas do momento da vigilância, o momento em que o vigia passou por determinada área, o tempo de permanência entre outros atributos que conferem confiabilidade e segurança ao contratante.

“Oferecer ronda monitorada em tempo real, com tecnologia precisa para mostrar o posicionamento de cada colaborador durante toda a sua ronda, com cercas virtuais, que podem alertar que algo saiu da rotina são diferenciais claros na relação empresa-cliente. Estamos falando da execução de um serviço contratado que, se algo sair da rotina estabelecida, pode trazer consequências terríveis na segurança” explica Marcelo Lonzetti, Diretor Comercial e CMO do ztrax.

Além de garantir a segurança do negócio de seus clientes 24 horas, a empresa de segurança pode trazer outros diferenciais como o aviso de saída ou entrada de cercas virtuais, limites que o vigilante precisa seguir em uma ronda e somente a tecnologia permite criar pontos dentro do perímetro em que o este profissional precisa estar para, com essas informações, demonstrar que o trabalho está sendo cumprido dentro do que foi contratado.

“Isso é um serviço de qualidade com prova material de execução. O concorrente pode até fazer ronda, mas não vai entregar a tranquilidade comprovada de que o trabalho está sendo executado conforme o combinado, obedecendo zonas exclusivas ou privativas enquanto o trabalho é executado” completa Marcelo.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui