Maçã: uso de cálcio associado a aminoácidos melhora a produtividade e a qualidade da fruta

Estudo realizado pela Alltech Crop Science, em lavoura comercial, demonstra que a aplicação de biotecnologia aumenta em 6,2% o calibre da fruta e diminui o russeting
Nutrição balanceada diminui irregularidades nas cascas da maçã | Crédito: Divulgação/Alltech Crop Science

No verão, os pomares brasileiros se preparam para a colheita da maçã. Porém, a deficiência de cálcio durante o ciclo de desenvolvimento da cultura pode comprometer a produtividade das macieiras e impactar diretamente sua comercialização e rentabilidade. Isso porque o nutriente é indispensável para resultados de qualidade, como calibre, firmeza e uniformidade de coloração avermelhada da casca, e maior pós-colheita. Desta forma, os produtores nacionais investem na suplementação do nutriente, evitando que sua má absorção ou distribuição insatisfatória acarretem desordens fisiológicas e prejuízos financeiros.

Um estudo realizado pela Alltech Crop Science, em lavoura comercial comprovou que a associação de cálcio a aminoácidos apresenta maior eficiência em relação a uma fonte simples do elemento. A análise revelou que, em comparação com o efeito do Cloreto de Cálcio, a aplicação de solução biotecnológica promoveu um aumento de 5,7 gramas nas maçãs, representando um acréscimo de 6,2%.

Impacto na comercialização

Segundo o engenheiro agrônomo e doutor em produção vegetal, Marcos Revoredo, gerente técnico especializado em hortifrúti da Alltech Crop Science, também foram observadas diferenças significativas na presença de russeting, rugosidade, nas maçãs. “A nutrição balanceada propiciada pelo cálcio combinado com aminoácidos resultou na diminuição das irregularidades nas cascas, melhorando a aparência da fruta e, portanto, seu valor agregado”.

Revoredo ressalta que a cultura da maçã é especialmente exigente em cálcio, nutriente que pode ser deficiente não só pela ausência no solo, mas por sua má distribuição ou pela grande competição em diferentes pontos de crescimento na planta. “O cálcio é essencial para o desenvolvimento da fruta. Por isso é necessária uma complementação associada a aminoácidos, promovendo uma maior absorção nutricional e, desta forma, maior produtividade e qualidade”, explica.

Sobre a solução biotecnológica

Liqui-Plex Ca é uma solução biotecnológica, via foliar, que combina uma fonte solúvel de cálcio a uma base orgânica de aminoácidos. Seu uso, preferencialmente no período de floração e formação dos frutos, de acordo com o engenheiro agrônomo, permite melhor desenvolvimento da parede celular, menor estresse fisiológico da planta e o bom desempenho da maçã, que apresenta características como: firmeza, calibre maior, casca sem manchas ou rugosidade, coloração vibrante e uniforme e tempo de vida útil superior.

“Durante o estudo, também constatamos que o Liqui-Plex Ca aumentou o teor de cálcio na folha e na fruta, indicando um estado nutricional adequado para a cultura. Comprovamos a efetividade da solução no fornecimento desse nutriente e no favorecimento do pomar e na rentabilidade do produtor”, afirma Revoredo, que também destaca os prejuízos causados pela deficiência de cálcio. “A carência desse elemento afeta o crescimento da maçã – podendo levar à má formação das frutas, interfere na sua coloração e causa um aspecto envelhecido”, finaliza.

Sobre a Alltech Crop Science

A Alltech Crop Science, divisão agrícola da Alltech Inc., desenvolve soluções naturais para os desafios da agricultura nos principais mercados do mundo. Por meio de produtos com alto valor agregado e tecnologia exclusiva nas linhas de fertilizantes sólidos, nutrição, solo, proteção e performance, auxiliando na sustentabilidade e lucratividade ao produtor rural. A Alltech Crop Science do Brasil é formada pela maior fábrica de leveduras do mundo, localizada em São Pedro do Ivaí (PR), pela sede em Maringá (PR) e pela unidade em Uberlândia (MG).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui