Corpo clínico do Oncoclínicas Curitiba realiza cirurgias oncológicas via robô


Chamado Da Vinci, o equipamento é a tecnologia mais inovadora em procedimentos minimamente invasivos no mundo

O corpo clínico do Oncoclínicas, em Curitiba, por meio de sua equipe de cirurgiões, passou a contar com robôs na realização de cirurgias oncológicas de alta complexidade. O Da Vinci, tecnologia de ponta utilizada no mundo todo, agora passa a fazer parte da rotina dos médicos no tratamento dos pacientes com indicação cirúrgica.

“A cirurgia robótica é um avanço da cirurgia minimamente invasiva (ou laparoscópica), em que o cirurgião, por intermédio de um console, controla uma plataforma robótica na realização da operação. Os braços do robô permitem ao cirurgião maior destreza na realização de procedimentos considerados de alta complexidade. Essa modalidade cirúrgica baseia-se no uso de instrumentos específicos ainda mais delicados que a laparoscopia convencional. Assim, com menores incisões, a recuperação do paciente é ainda mais rápida e com trauma cirúrgico menor, explica Bruno Azevedo, cirurgião oncológico da equipe Oncoclínicas Curitiba.

Segundo o médico, o cirurgião se beneficia do uso da imagem em 3D produzida por uma câmera de alta resolução acoplada a um dos braços do robô, permitindo maior definição dos detalhes anatômicos e estruturais ao longo dos procedimentos.

Toda a equipe de cirurgiões passa por um processo de formação específico para uso dessa tecnologia. Aliado a isso, a equipe hospitalar também possui formação diferenciada. Isso garante uma segurança maior ao paciente na busca por melhores resultados no tratamento de cada doença”, explica o cirurgião oncológico, Fabiano Bittencourt, coordenador da equipe de cirurgia oncológica do Oncoclínicas Curitiba.

Entre as vantagens já consagradas no uso da robótica, estão o menor tempo de hospitalização, menos dor no pós-operatório, recuperação mais rápida, menores incisões, menor perda sanguínea, entre outros benefícios.

No estado do Paraná, existem hoje quatro plataformas de cirurgia robótica em atividade, sendo elas três em Curitiba e uma em Londrina. A cirurgia robótica está disponível para uma variedade grande de procedimentos. Na oncologia, o uso desta tecnologia passou a ser um grande fator de auxílio da equipe médica no tratamento de casos de altíssima complexidade.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui